Header Ads

 

#SDCC2019: Comentando os principais trailers do segundo dia


Sexta-feira (19) tá tendo San Diego Comic-Con, e bastante. Foi outro dia cheio de notícias, anúncios e algumas fanfics. Não é, irmãos Russo? Mas a nova rodada de trailers veio para aliviar os ânimos e dar uma empolgada. Hoje, especificamente, os trailers focaram nas produções de TV e streaming, embora tenhamos tido novidade de cinema. Então após comentar os trailers do primeiro dia, pule no Roach e venha comigo: o seu sextou tá garantido.



OK K.O. & Sonic the Hedgehog


OK K.O. é um desenho que eu gosto muito pela simplicidade, mesmo que o tema seja um mundo de heróis. Agora ter um crossover com Sonic the Hedgehog, é outra coisa - e muito boa. O ouriço e o Tails surgem no mercadinho do Gar por motivos que não me pergunte. A prévia ainda tem direito a K.O. fazendo poses iguais as do Sonic, e tietando o ouriço como eu e você faríamos. É o tipo de crossover que faz um carinho no coração, que você não sabia o quanto precisava até que ele apareceu.

Steven Universe: The Movie


Em tempos onde o Cartoon Network produziu animações medianas e esquecíveis, Steven Universo é uma feliz surpresa. O traço aparentemente inocente esconde histórias incríveis, momentos realmente emocionais, e uma tensão ao nível Vingadores. E o trailer do novo filme faz jus a tudo isso, mesmo se a ideia central for meio repetitiva.

Depois do caos, Steven volta para Terra a fim de aproveitar o tempo com as Cristal Gems. Mas uma nova vilã aparece e coloca a Terra em risco, fazendo Steven, as Gems e alguns rostos conhecidos se jogarem em outra confusão. Se você já não comprou as caixas de lenço, por favor: se adiante. Steven Universe: The Movie não vem para perdoar os seus feels.

The Witcher (Netflix)


Quando anunciaram The Witcher com o Henry Cavill, eu gostei. Mas também fiquei cética. Não é por duvidar do potencial do ator, mas porque eu tenho um leve preconceito automático com qualquer coisa de tema medieval. Entretanto, o primeiro trailer da série me deixou "Hmmm"... Positivamente. Os cenários são lindos, a trama é sombria sim, e ficou bem estabelecida desde já.

Eu gosto da pegada de "os piores monstros são os que nós criamos". Afinal, num universo assim, não tem como ter a coisa de bem x mal definida e certinha. Você sabe do quanto eu reclamo disso. Ah! Importante: The Witcher se baseia nos livros, não nos jogos. Não sei se eu iria assistir pela preguiça com as coisas medievais, mas torço muito para o Henry Cavill brilhar. Existe vida além da panela DC/Marvel.

The Walking Dead


Eu não ligo para The Walking Dead, pois é aquilo: baita tema clichê são os "zumbis". Ainda assim, crédito onde é merecido: a série tem um grande valor cultural, e causou um grande impacto cultural. A décima temporada de TWD estreia em 6 de outubro (previsão), e a luta contra os Whisperes só vai ficar mais complicada. Sem Rick Grimes, entretanto, criou-se um espaço para os outros brilharem, e Daryl é a bola da vez. Espero também para o Negan causar, pois ele é um adorável filho da put*.

She-Ra and the Princesses of Power


O ódio do de parte do público o impediu de curtir She-Ra and the Princesses of Power. Uma pena, e ao mesmo tempo normal. Haters são toupeiras, e toupeiras são praticamente cegas... O que explica muito. A prova do sucesso, e sobrevivência da animação está aí: vamos para terceira temporada. Com um traço realmente bom, a She-Ra da Netflix faz lembrar o estilo visual de desenhoss como Hora de Aventura e Steven Universo. E isso é uma boa coisa.

Halloween Kills / Halloween Ends


Os fãs de terror estão cheios de motivos para comemorar: além do lançamento de It - Capítulo 2 esse ano, Michael Myers e Laurie Strode vão finalmente acertar as contas. Vai ter Halloween em dobro! Em 2020 sai o primeiro filme da dobradinha, e em 2021, o segundo. Como esse tem o nome de Ends, é de se imaginar que agora sim o jogo de gato e rato entre Myers e Laurie termina. Quem vive, ou se alguém vive para contar a história, mistério define.

Sobre Bruna

Publicitária. Mini Wikipedia de Scarlett Johansson Facts™. Se a Bahia fosse um anime, Ivete Sangalo seria a protagonista.

Siga no Twitter!

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.