Header Ads

 

Waka Talk: EVO, o maior arco de torneio do mundo

Se é dito que a vida é como um anime, a fightng game community seria o lado shonen, certo? E como todo bom shonen o ponto alto é quando começa aquele grande arco de torneio para movimentar e muito a história e atrair a atenção até de quem não conhecia a série. Paralelo mais real do que esse com a FGC, é impossível de ter. Então vamos falar um pouco sobre o maior arco de torneio conhecido como Evolution Championship Series, ou para os íntimos, EVO!

O EVO para quem não conhece

Tudo começou como um torneio para a série Street Fighter onde vimos, no então, Battle of the Bay com os jogos Super Street Fighter II Turbo e Street Fighter Alpha 2, no inicio dos anos 2000 mudou o nome para EVO e foi expandindo os jogos com o tempo e sempre tendo Street Fighter como maior game do evento fechando o torneio.

As atrações do EVO 2019

Com as disputas sendo realizadas no Mandala Bay, Las Vegas, esse ano teremos o mundo brigando pelo título de melhor jogador nos games: Street Fighter V Arcade Edition, Super Smash Bros Ultimate, Tekken 7, Mortal Kombat 11, Soul Calibur 6, Under Night In-Birth Exe-Late[st], Dragon Ball FighterZ, BlazBlue Cross Battle Tag, Samurai Shodown.

Mesmo que você não conheça algum desses games, ao acompanhar as disputas, em especial as grandes finais (Top 8) onde sempre acontece alguma(s) luta épica. Dificilmente vemos um game onde haja uma dominância, apesar que poderemos ver isso acontecer em Mortal Kombat 11 talvez.

Nessa edição as finais dos jogos acontecem nessa ordem:


  • Sexta: Soul Calibur 6;
  • Sábado: UNIST, DBFZ, SamSho, MK11;
  • Domingo: BBTAG, SFV, T7, Smash.


Esse ano teremos um desfecho final pois Smash Ultimate terá a responsabilidade de fechar o evento. O histórico da série sempre rendeu uma grande audiência enquanto Smash Melee esteve no palco principal, contudo, pelo bom número de inscritos é capaz do mais recente jogo da série manter bem o legado da audiência e a emoção que SF nos trouxe nesses anos todos.

Bem vs Mal?


Se estamos falando que isso é como um anime, logo, existem os vilões e heróis, além daqueles personagens que surgem no meio do anime e brilham em um determinado momento, e logo somem. O senso comum indica os jogadores japoneses como os heróis, mocinhos e afins, e a turma do Estados Unidos como os grande vilões que trazem o mal.

Japão vs Estados Unidos é a maior rivalidade do cenário e há muito tempo, mas muito tempo mesmo, afinal, se irmos para o ano de 1998, vimos Daigo Umehara atravessar o mundo para desafiar Alex Valle. Até então eles eram os melhores de seus países e ali seria decidido quem era o maior jogador de Street Fighter Alpha 3.

Esse é um momento que vale muito a pena recordar, então, solte o play e aprecie enquanto você pensa "pqp, dava pra fazer tudo isso com aquela barra azul que eu ignorava pra usar a verdinha?".

Recordar é envelhecer

De lá pra cá essa rivalidade foi aumentando e outros nomes foram surgindo no cenário, não apenas dessa bipolaridade. No meio disso tudo não podemos esquecer dos jogadores da Europa que gostam de aprontar e outros forasteiros vindo até mesmo da ásia, como chineses e coreanos, e alguns latino americanos que já aprontaram no cenário.

Nesse lado que poderíamos chamar de "azarões" vimos Infiltration arrastar tudo e todos em 2013; Ai Ai trazer uma enorme esperança aos jogadores de Juri em 2015, Luffy mostrar que um jogador de pad (controle normal) também pode ser campeão em 2014, isso na série Street Fighter.

AnimEVO merece sua atenção

Em paralelo ao EVO acontece o AnimEVO, este evento temos muitos jogos de luta sendo disputados e nos traz alguns momentos inusitados e até mesmo jogos inesperados, ou você esperaria ver Catherine ser disputado no EVO?

Com muitos jogos queridos e com o grande retorno de Tatsunoko vs Capcom, algumas sugestões para você acompanhar são Hokuto no Ken com suas partidas totalmente quebradas mas que rendem momentos engraçados entre os jogadores; The King of Fighters tem seus grandes jogadores presentes no EVO e trazem lutas incríveis; Samurai Shodown II torna-se ainda mais interessante com a nova versão estando no palco principal também; além de claro Catherine Fullbody com a disputa mais louca.


Ao todos serão 31 games em disputa e muitos streamings para dar conta de tudo. Vale muito a pena curiar as disputas nos games antigos e ver o nível que o jogo podia chegar, ou mesmo, como quebrado ele podia ser.

#TBT


Apesar de não ser da época, com certeza essa foi a reação de Justin "Free" Wong
Quando se fala sobre EVO é comum, as vezes óbvio, o maior momento do evento e até mesmo chamado de "a maior virada de um jogo de luta". O famoso EVO Moment 37 para você que por acaso não conhece, e talvez já tenha visto, ocorreu durante o EVO 2004 e vamos tirar umas pequenas duvidas que cercam o fato, além de pequenas mentiras tornarem-se grandes verdades.

Apesar do #37 esse foi na verdade o primeiro destaque em vídeo do EVO e não o trigésimo sétimo. Um dos organizadores do torneio e o locutor principal do ringue, Ben Cureton, foram convidados a criar um vídeo de destaque do "Daigo Parry" após a conclusão do torneio.

Cureton enviou o vídeo com o título "Evo Moment # 37", escolhendo um número aleatório de dois dígitos para representar o destaque. No livro Evo Moment #37, Glenn Cravens escreveu que:


Obviamente, é o destaque número 1, mas ao escolher um número como 37, seria sinal para o espectador que não estava lá que havia muitos momentos incríveis como o "Daigo Parry". Ele queria ter certeza de que as pessoas não perderiam o lançamento do Evolution 2005 no próximo ano.

Vale ressaltar para quem não conhece Street Fighter III Third Strike, na série SFIII foi introduzida a mecânica chamada "Parry". O objetivo era te dar uma vantagem com um tipo novo de defesa, porém, o movimento é muito difícil de acertar pois também pede um bom predict do uso. Ao pressionar o direcional para frente no momento que receberia um golpe, ele seria aparado e você poderia atacar na sequência com um pequeno tempo de vantagem.

As vezes era complicado para "pessoas normais" darem parry em um Hadouken mesmo que o adversário não avançasse, imagine defender mais de 15 golpes muito rápidos? Foi o feito de Daigo Umehara pra cima de Justin Wong.


Essa jogada aconteceu no confronto deles na Losers Final de 2004, porém, muitos lugares que não cobrem a cena com um pouco mais de busca de informações os profissionais acabam vendendo essa jogada maravilhosa como se fosse a grande final do torneio. Infelizmente não foi e sabe outro detalhe? Daigo vence Justin mas perde na final para Kenji "KO" Abata e seu Yun.

Aproveite o final de semana, na semana que vem será cheio de pancadaria, até semana que vem.

Sobre Renan

Gamer que joga, escreve para gravar e a vida lhe fez fazer tudo que nunca pensou em fazer. Perito na discórdia por ter opinião, Renan também disse que nunca se referir a si mesmo na terceira pessoa por fugir da fama. Renan vem fazendo bem isso ¯\_(ツ)_/¯

Siga no Twitter!

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.