Header Ads

 

Dreamcast: no aniversário do console da Sega, relembre a história do criativo Jet Set Radio


Em 9 de setembro de 1999 o Dreamcast era lançado nos EUA, marcando a chegada do console da Sega no Ocidente. Foi um momento marcante, pois o Dreamcast abriu a sexta geração, tentando trazer um hardware mais barato que seu antecessor, o Sega Saturn. Entretanto, outra vez a Sega não conseguiu emplacar um console, que mesmo tendo sido lançado dois anos antes do PlayStation 2, foi ofuscado. A Sega encerrou a produção do Dreamcast menos de dois anos após o começo, e deixou o mercado de consoles. Entretanto, o Dreamcast deixou jogos bem famosos, e vamos falar sobre um deles: Jet Set Radio.

Dreamcast: relembre a jornada do último console da Sega



Sinto o cheiro de treta


Tudo começa com o Professor K, DJ da rádio pirata Jet Set Radio, que transmite para gangues de jovens (os "rudies") de Tokyo-to, que andam de skate e fazem grafites. Um dia o patinador Beat forma uma nova gangue, os grafiteiros da GGs, que quer levar mais cor para cidade. No caminho dos seus grafites estão três gangues, cada uma comandando uma das áreas de Tokyo-to.

A Love Shockers, formada apenas por mulheres, domina o distrito comercial de Shibuya-cho. Já os ciborgues da Noise Tanks dominam o distrito de entretenimento de Benten. A Poison Jam, com seu amor pelos Kaiju, comanda a área marítima de Kogane. No calo de todo mundo estão as autoridades, lideradas pelo Capitão Onishima, que persegue as gangues com policiais, helicópteros e até mesmo tanques

This is most disturbing


Jet Set Radio salta aos olhos pelo visual, e empolga ao combinar ele com a trilha sonora. Os dois são uma dupla que reflete bem a cultura hip hop dos anos 90, criando um jogo vivo, chamativo, e até bem humano se você considerar a história. É sempre bom fugir do clichê heróis musculosos e monstros. E mesmo anos depois do lançamento, a trilha de Jet Set Radio segue firme sendo uma das melhores coisas que a indústria dos videogames já fez.

Quem assina a música do jogo é Richard Jaques e Hideki Naganuma, que volta em 2019 como um dos compositores da trilha sonora de Streets of Rage 4. Em Jet Set Radio, entretanto, a mistureba foi louca, indo desde o j-pop ao hip hop, funk, dance, rock, acid jazz e trip hop. Em 2000 foi lançado o álbum com 14 das 22 músicas do jogo, um prato cheio para você que gosta de game music.

E é isso! Sim, o Hideki voltará com o mega time de compositores de Streets of Rage 4. É um show de nostalgia e qualidade que inclui nomes como Yuzo KoshiroYoko Shimomura. Entretanto, se você jogou Sega Rally 2 ou 2006, Sonic Rush ou Super Monkey Ball 3D, tem música do japonês nesses jogos também. Ah! E a "Vendor Pop", de Yakuza 5, também é dele.

Hora de soltar o play

Vamos ao momento que você com certeza esperava! A trilha sonora de Jet Set Radio está disponível em plataformas de streaming feito Spotify, que é de onde eu vou deixar o álbum. Meus destaques são com toda certeza Let Mom Sleep, Humming the Bassline e Moody's Shuffle. Se você quiser mais um pouco de ritmo na veia, também recomendo conferir a trilha de Jet Set Future.

Sobre Bruna

Publicitária. Mini Wikipedia de Scarlett Johansson Facts™. Se a Bahia fosse um anime, Ivete Sangalo seria a protagonista.

Siga no Twitter!

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.