Header Ads

 

Solta o Play: Sabaton - 40:1


Enquanto agosto passou voando, setembro vem fazendo as honras de mês eterno do ano. Nosso Play especial do Sabaton continua: abrimos setembro com Smoking Snakes, contando a história da FEB batalhando na Itália. Giramos depois por A Lifetime at War, refletindo sobre o drama da Guerra dos 30 Anos. Na semana passada fizemos uma crítica social fod* com Shiroyama, um momento marcante na vida dos samurais no Japão. E hoje? Vamos de 40:1, um dos clássicos do Sabaton.

Wizna: um momento histórico para Polônia


A inspiração para 40:1 foi a Batalha de Wizna, um dos primeiros momentos da grande invasão sofrida pela Polônia antes da Segunda Guerra Mundial. Entre 7 e 10 de setembro de 1939, Polônia e Alemanha se enfrentaram num combate que ficaria na história. Segundo o historiador polonês Kaszek Moczulski, de 370 a 720 soldados poloneses enfrentaram o exército alemão. Embora a derrota fosse inevitável, eles pararam os alemães por três dias, e atrasram o cerco ao Grupo Operacional Independente Narew.

Os tanques alemães eventualmente venceram a defesa polonesa, que teve seus bunkers eliminados um após o outro. Um dos símbolos dessa batalha é o capitão Władysław Raginis, que jurou manter posição enquanto vivesse. Quando os dois últimos bunkers sob seu comando ficaram sem munição, ele ordenou que os soldados entregassem as armas. Toddos cometeram suicídio se jogando em uma granada.

Uma música histórica para o Sabaton

Feito a grande parte de todas as coisas na minha vida, eu não sei se 40:1 foi a primeira música do Sabaton que eu ouvi. Entretanto, ela é uma das minhas favoritas. Faixa do The Art of War (2008), esse álbum tem duas músicas que eu gosto demais: os clássicos Ghost Division e Cliffs of Gallipoli. Esse "History Channel heavy metal" do Sabaton é incrível. Não é fácil você "cantar só por cantar", sem carregar uma ideologia junto. Por isso a banda já foi até confundida com nazistas.

A pegada History Channel metalhead, nessa música em especial, ressalta o sentimento épico do que foi essa batalha. Tá certo, foi ruim para ao mundo todo. Foi péssimo. Entretanto, foi ao mesmo tempo uma exibição gigante de coragem, e é disso que a gente precisa hoje em dia. Não a coragem com armas, a a coragem de lutar por dias melhores para todo mundo, todo dia um pouco. Então bora começar por isso daquele jeito nosso: musicando.


Letra

Baptised in fire
40 to 1

So silent before the storm
Awaiting command
A few has been chosen to stand
As one outnumbered by far
The orders from high command
Fight back, hold your ground!

In early September it came
A war unknown to the world
No army may enter that land
That is protected by Polish hand
Unless you are 40 to 1
Your force will soon be undone

Baptised in fire
40 to 1
Spirit of Spartans
Death and glory
Soldiers of Poland
Second to none
Wrath of the Wehrmacht brought to a halt

The 8th of September it starts
The rage of the Reich
A barrage of mortars and guns
Stand fast, the bunkers will hold
The captain has pledged his life
I'll face my fate here!
The sound of artillery strike
So fierce
The thunder of guns

So come, bring on all that you've got
Come hell, come high water
Never stop
Unless you are 40 to 1
Your lives will soon be undone

Baptised in fire
40 to 1
Spirit of Spartans
Death and glory
Soldiers of Poland
Second to none
Wrath of the Wehrmacht brought to a halt

Always remember, a fallen soldier
Always remember, fathers and sons at war
Always remember, a fallen soldier
Always remember, fathers and sons at war
Always remember, a fallen soldier
Always remember, buried in history

No army may enter that land
That is protected by Polish hand
Unless you are 40 to 1
Your force will soon be undone

Baptised in fire
40 to 1
Spirit of Spartans
Death and glory!
Soldiers of Poland
Second to none
Wrath of the Wehrmacht brought to a halt

No, no, no

Sobre Bruna

Publicitária. Mini Wikipedia de Scarlett Johansson Facts™. Se a Bahia fosse um anime, Ivete Sangalo seria a protagonista.

Siga no Twitter!

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.