A The Coalition, estúdio de Gears 5, anunciou em 10 de outubro que vai punir por até dois anos os jogadores que deixarem partidas do multiplayer com muita frequência. A punição, bastante particular, foi divulgada pelo Twitter do estúdio, e já recebeu críticas de alguns jogadores afetados. Um exemplo é o usuário do Reddit “NoLifeDGenerate”, que foi banido por 640 dias e alega não ter recebido um aviso prévio antes antes de "levar o gancho".
Em resposta, o diretor de comunicações da Microsoft, Dana Sissons, se pronunciou em seu Twitter. "Nós analisamos a conta dessa pessoa e, apenas no último dia ele jogou 21 partidas, das quais deixou 18." Uma "liberdade condicional" temporária foi dada aos jogadores anteriormente suspensos, mas o estúdio alerta: eles estão a apenas um passo da suspensão


Se um jogador de Gears 5 abandona uma partida, ela fica inevitavelmente favorável para o outro lado. Entretanto, banir jogadores reincidentes em comportamento tóxico é apenas uma das ideias que pode ser utilizada. Em resposta ao tweet de Sissons, um usuário sugeriu premiar os jogadores por não deixarem partidas, ou desabilitar as skins dos jogadores que "ficarem AFK" várias vezes. "Penalidades são apenas o primeiro passo, fique ligado para maiores detalhes" Sissons respondeu. 

Jogadores AFK são um dos três Cavaleiros do Apocalipse dos jogos online, junto de hackers e trolls. Punir quem estraga experiência dos outros jogadores é fundamental, assim como analisar os casos - pois nem sempre pode ser esse o caso. Incentivar jogadores a menterem uma boa conduta também é uma boa ideia. Todos sabem que um jogo online entre equipes depende de todos. Entretanto, para que o ambiente não vire uma "terra de ninguém", regras do tipo são mais do que bem-vindas.


Gears 5 já está disponível para Xbox One e PC (Windows 10). Confira o nosso guia do jogo.

Via VG247