Header Ads

 

Watchmen: veja como os quadrinhos estabelecem a série da HBO


Watchmen estreou no último domingo (20), adicionando um novo tipo de história ao universo de séries da DC Comics. No episódio acompanhamos Angela Abar (Regina King) e Judd Crawford (Don Johnson), uma detetive e um chefe de policia vivendo nos dias atuais de uma versão alternativa da cidade de Oklahoma. A série da HBO é em parte uma sequência da HQ original, no que atualiza o mundo bizarro e épico para uma nova geração. E sim, existe um salto de 30 anos entre os quadrinhos e a série de TV. Entretanto, o episódio deu dicas interessantes de como os dois se conectam. 



1) A POLÍTICA


É difícil negar que Watchmen tem fortes referências políticas, onde a série estabelece uma história alternativa em relação aos principais eventos da presidência de Richard Nixon. Trinta anos depois, o mundo de Watchmen mostra como essas mudanças nos eventos afetaram a democracia americana.

Ao se dirigir aos outros policiais, Crawford diz que a Sétima Cavalaria está escondida em Nixonville, mostrando o legado que o presidente estabeleceu nesse universo. Na história da HQ, Bob Woodward e Carl Bernstein são assassinados, levando o escândalo de Watergate a nunca ser exposto... E salvando Nixon do vexame público. Por esse motivo, Nixon acaba com as restrições aos limites de mandatos presidenciais, e comanda o país por cinco mandatos.

A série da HBO traz ainda referências ao presidente que veio depois de Nixon - Robert Redford. Ele pode ser visto em um pôster na parede da sala de aula do filho de Angela, e um aluno questiona se ela se beneficiou das "Redfordations". Estas parecem ser um tipo de versão das reparações pagas aos descendentes de escravos. Mais tarde, uma transmissão de rádio diz que Redford é presidente há trinta anos.

No final dos quadrinhos, Redford é citado como potencial sucessor da administração de Nixon, uma espécie de reação ao verdadeiro caminho de Ronald Reagan como ator que se tornou presidente.

2) RORSCHACH


Um dos aspectos mais importantes do episódio é a Sétima Cavalaria, que claramente se inspira no enigmático Rorschach. Enquanto a versão original do personagem foi aparentemente morta na HQ, ele passou alguns de seus momentos finais fazendo uma última anotação no diário, antes de enviá-lo para um jornal de direita chamado New Frontiersman.

Os detalhes do que aconteceu nos últimos trinta anos ainda são um mistério. Entretanto, parece que o New Frontiersman poderia ter publicado o diário de Rorschach, e suas palavras se transformaram nos ensinamentos supremacistas da Cavalaria.

3)  OZYMANDIAS


Outra figura proeminente da HQ apareceu no episódio piloto, mas de um jeito bem inusitado. Mesmo ainda não tendo sido confirmado oficialmente, Watchmen parece concordar com a especulação de que Jeremy Irons interpreta ninguém menos que Adrian Veidt/Ozymandias.

No início do episódio, quando Angela caminha para sua padaria, um jornal próximo proclama que "Veidt está oficialmente morto" - mas não parece ser o caso. O personagem de Irons é visto mais tarde em um castelo idílico, onde ele monta um cavalo, fica nu e comemora seu aniversário com seus dois servos leais. Ele diz que está escrevendo uma peça, e quer que os dois interpretem os papéis principais.

Na obra de Alan Moore, Veidt se propõe a salvar a humanidade de si mesma lançando uma criatura telepática gigante na cidade de Nova York. Na opinião dele, isso uniria os países do mundo contra o medo de ameaças extraterrestres e os impediria de entrar em guerra entre si.

4) AS LULAS


Ah, a cena bizarra e memorável no meio do episódio. Angela e seu filho encontram uma legião de lulas chovendo enquanto dirigem de volta da escola. Esse momento parece servir como um efeito de longo prazo do plano de Ozymandias: lançar uma lula telepática gigantesca sobre a cidade de Manhattan. O ataque matou mais de três milhões de pessoas, fazendo as pessoas acreditarem que os ataques extraterrestres e interdimensionais eram reais.

As pequenas lulas, justapostas ao som de "Three Little Birds", parecem mais uma "irritação fofa" do que as trágicas conseqüências do ataque original de Veidt. Elas também servem como um grande lembrete de que a série se passa num mundo totalmente diferente do nosso.


5) DR. MANHATTAN


No início do episódio uma reportagem de TV mostra que o Dr. Manhattan ressurgiu em Marte na sua icônica forma azul brilhante. Angela então encontra um velho que começa a fazer perguntas sobre sua padaria, e depois lhe envia uma mensagem ameaçadora. Ela chega e encontra o velho brilhando em azul, tal como Dr. Manhattan, sentado em frente ao cadáver de Judd Crawford, pendurado em uma árvore.

Seria esse o retorno do Dr. Manhattan?

No final da HQ, Manhattan usa seus poderes para deixar a Terra, pois aparentava estar desapontado em como a humanidade estava mostrando a "verdadeira cara". Essa atitude parece bem evidente na adaptação da HBO, embora seja interessante ver para onde as coisas vão a partir daí.


Watchmen retorna no próximo domingo (27) pela HBO com o episódio "Marital Feats of Comanche Horsemanship". Confira a prévia do episódio aqui

Via CB

Sobre Bruna

Publicitária. Mini Wikipedia de Scarlett Johansson Facts™. Se a Bahia fosse um anime, Ivete Sangalo seria a protagonista.

Siga no Twitter!

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.