Toda história um dia chega ao fim. Nesta quinta-feira (19) é a vez dos fãs de Star Wars: A Ascensão Skywalker dar aos fãs a despedida da Saga Skywalker, após 42 anos. A recepção inicial foi boa, os comentários atuais estão divididos, mas uma coisa é certa. Se depender das previsões, o primeiro fim de semana terá uma grande bilheteria.
Segundo relatos da Variety, a previsão dos analistas é de que o Episódio 9 arrecade entre US$ 175 milhões e US$ 200 milhões apenas nos EUA. Já a Disney está com expectativas mais "modestas", de US$ 160 milhões na América do Norte. Quando partimos para bilheteria mundial, a previsão do Deadline é de que Star Wars arrecade mais de US$ 450 milhões só no final de semana de estreia.

Caso atinja a previsão mundial, a estreia de Ascensão Skywalker superaria US$ 450 milhões que Os Últimos Jedi arrecadou na estreia em 2017. Entretanto, o filme ainda ficaria atrás de O Despertar da Força, que arrecadou US$528,9 milhões na estreia em 2015.

As previsões de bilheteria para Ascensão Skywalker são um contraste da propaganda boca-a-boca nas redes sociais, e agregadores de notas. No Twitter, muitos usuários criticaram o excesso de fanservice, e a falta de coragem do diretor J.J. Abrams arriscar algo novo. Outra parte dos usuários elogiou justamente a nostalgia, além das cenas de ação e o ritmo intenso do filme. Tivemos até que chamasse o longa de "final justo para saga". No Rotten Tomatoes, o filme está com Tomatometer de 58%. No Metacritic, a nota no momento é 53.

E você, vai se aventurar mais uma vez pela galáxia? Independente do resultado, dar adeus à Saga dos Skywalker é um momento histórico do cinema. Existe a possibilidade de vermos os personagens da trilogia atual em outros filmes, mas não é oficial. Então prepare o coração e corra para o cinema. Star Wars: A Ascensão Skywalker já está em cartaz nos cinemas do Brasil.

Via CB (1) e (2)