Faltam dias para estreia de Star Wars: A Ascensão Skywalker, e um novo comercial do filme foi lançado nesta segunda-feira (16). Focado em Rey e Kylo Ren, o vídeo é narrado pelo personagem de Adam Driver, onde ele aparenta falar com Rey. Ele diz "saber quem ela é", e que "conhece o restante da história" da personagem de Daisy Ridley. O vídeo termina com a risada do Imperador Palpatine... Poderia Rey estar ligada ao lorde Sith? Confira:

Em Star Wars: Os Últimos Jedi, Kylo Ren diz a Rey que seus pais eram traficantes de sucata. Vale lembrar que a personagem veio de Jakku, o planeta deserto onde a venda de sucatas é um meio de vida. Inclusive é assim que conhecemos Rey em O Despertar da Força. Entretanto, o comercial indica que pode haver mais nessa história do que nós imaginamos.

Teorias sobre a natureza real da relação entre Rey e Kylo Ren não faltam - incluindo que os dois são irmãos. Daisy Ridley colocou pos algumas dúvidas nessa teoria em entrevista recente. "Se Rey e Ren são irmãos, então todos os 'shippers' Reylo estariam apoiando um incesto". Não seria a primeira vez que dois protagonistas de Star Wars passam por esse tipo de cenário, entretanto. Leia Organa e Luke Skywalker não nos deixam mentir.

Em abril deste ano, durante a Star Wars Celebration, Ridley revelou que se sente conflituosa sobre a ideia de Rey e Kylo Ren serem visto como um casal.

Eu não sei como me sinto sobre isso, porque todo mundo está falando sobre a coisa tóxica de um relacionamento quando é essencialmente emocional [abuso]. É uma estrada complicada. Eu sinto que, no fundo, Kylo acha que ele está fazendo certo e não acha que está errado, mas ele também matou tantas pessoas. Então, eu realmente não posso deixar isso para atrás, não, de uma maneira pessoal.

Outra teoria, seria baseada na "Linha Vermelha do Destino", uma crença chinesa e japonesa que no Ocidente é conhecida como a ideia de almas gêmeas. O diretor J.J. Abrams negou a teoria, dizendo que "não foi algo incorporado" ao filme.


Star Wars: A Ascensão Skywalker estreia no Brasil em 19 de dezembro