Acabou demais mais que a Crise no Brasil mas enfim chegou a parte final da resenha. Após o final controverso do episódio 3, o crossover voltou com rodada dupla para encerrar de vez o maior crossover da TV. O Arrowverse retornou com o episódio de Arrow trazendo a parte 4, e na sequência, Legends of Tomorrow encerrou a saga da Crise nas Infinitas Terras.



Parte 4

A penúltima parte foi um misto de girar a história e trazer ação, afinal, não tem como esperar mais tempo pra pancadaria começar a rolar. No desenvolvimento vimos os heróis, e vilão, focando esforços para entenderem como seria o "milagre" deles reverterem a situação desde que mais nada sobrou no mundo.

Dispositivos para burlar tempo e espaço não dão certo até que, o ato que mais fez as séries desandar, foi a solução para colocar as coisas em ordem. Barry com o Flashpoint realiza uma mega viagem no tempo (temporadas) para "acionar" o poder de cada Paragon, e assim, eles conseguem sair da zona isolada e vão parar em outro momento do tempo.

Assistiu a Crise na Warner? Entenda o furo que rolou.

Isso faz com que a gente finalmente entenda a origem da Crise com seu início e seu motivo. Não deveria existir a Crise nas Infinitas Terras que foi gerada quando vemos as intenções do Monitor, contudo, ele mesmo acabou gerando o Anti Monitor e a partir daqui as coisas começam a ir com tudo para o que esperamos tanto.

Espctro
Com isso temos o momento de evitar que a Crise comece, afinal, eles voltaram no tempo. Começam os confrontos e vemos que Lex Luthor alterou um pouco mais a realidade e o confronto com a Supergirl acontece mais uma vez. Aliás a tentativa de evitar a Crise foi daquele jeito e o pau torou.

Isso nos levou ao ponto que estávamos esperando: a galera reunida. A luta contra o Anti Monitor não foi evitada e vemos o retorno do Oliver agora como Evil Kermit Espectro, vemos a galera reunida para o grande confronto e um momento muito especulado, aconteceu.

Parte 5

Enfim a paz reina e as vidas segue. Quer dizer, algumas coisas parece que estão meio estranhas e não por vermos Lex Luthor presidente levar o Nobel da Paz mas por detalhes como Flash e Supergirl no mesmo mundo. Dependendo dos seus conhecimentos de quadrinhos e se seu pensamento foi para algo como "Novos 52", bem... , basicamente sim!

As coisas mudaram e esses mudanças já eram possíveis de prever devido a Arrow, a série que é o coração de tudo, chegar ao seu fim.O multiverso morreu e estamos na Terra Prime com todas as séries do The CW reunidas. Isso abre muitas possibilidades de roteiros e agiliza crossovers.

Tá liberado chorar
Outras coisas acontecem e o confronto contra o Anti-Monitor não terminou quando parecia ter tido tudo resolvido.

O episódio final dá um ritmo bom, traz umas lutas legais, dá um destaque em quase tudo do Arrowverso e nos dá, talvez, o indicio do crossover de 2020 talvez ter um pé na Liga da Justiça ou Super Amigos.

Quando chega o fim do dia a Crise nas Infinitas Terras cumpre seu papel, e quiçá foi um pouco mais além, e nos trouxe um grande entretenimento reunindo as cinco séries dessa vez. Todas sofreram impacto após a Crise nas Infinitas Terras conforme podem conferir aqui.

Agora o universo da DC tá dividido de forma que cada mídia tem uma Terra pra ser representada. As séries de TV estão na Terra Prime e para saber mais clique aqui e aqui.

E para você, curtiu a Crise? Conta pra gente o que achou e se você viu na Warner, conseguiu entender a história mesmo sem a parte principal da primeira parte?