A Wizard of the Coast vem trabalhando firme e forte para manter seu maior produto vivo e ainda mais popular, pois, dificilmente você nunca ouviu, viu, leu, o nome Magic The Gathering. A nova empreitada vem para celular com um jogo de estratégia no estilo Clash Royale. Jogos do gênero precisam de algum apelo, afinal, o estilo está cada vez mais saturado ou tem o problema de fazer as pessoas desistirem fácil, Como Magic se saiu? Puxe a cadeira e vamos conversas.



O que é Magic ManaStrike?

Seguindo o tradicional modo de estratégia no qual temos duas torres defendendo nosso guardião, usaremos um deck (baralho) de criaturas para invocarmos e realizarmos o ataque e defesa. Cada carta possuí um custo para entrar em jogo, e algumas possuem um X. as cartas com X terão seu poder de acordo com o total de mana que você sacrificar, indo de 1 a 10.

Ao todo teremos 3 minutos para mantermos nossas torres em pé e derrubarmos as do adversário. Vence quem tiver mais torre em pé ao final dos 3 minutos ou tiver derrubado as 3 torres rivais. Em caso de empate, temos 1 minuto extra de morte súbita. Em caso de empate na morte súbita, bem, é empate mesmo.


Os diferenciais de ManaStrike

Magic ManaStrike segue o padrão do gênero e tem alguns pontos de diferentes. Eu confesso que inicialmente o jogo me deixou bem desanimado pois poderia ser algo melhor, contudo, após muitos jogos meu sentimento está "ok, vamos jogar até enjoar". O problema que jogos desse estilo enjoam muito rápido devido a velocidade que se tornam "Pague pra Vencer".

Voltando a programação normal, a gameplay do jogo como dito no tópico anterior segue o padrão, e quando chegamos ao minuto final, e eventual morte súbita, rola o "Mana Strike". É aquele momento que dá a louca no gerente e nosso medidor de mana carrega dobrado, para ambos os jogadores.

Apesar de ser algo comum em Magic ManaStrike nós não temos aqui vantagem para avançar no mapa rival quando derrubamos uma torre. Por exemplo em Clash Royale e Rwby Amity Arena quando derrubamos a torre esquerda ou direita, podemos colocar unidades diretamente no campo rival do lado que ganhamos vantagem. As coisas acontecem um pouco diferente aqui como podem observar na gameplay do vídeo acima.


Nosso planeiro (o Planswalker) além de agiar como uma criatura extra com três usos durante o tempo normal, um uso extra no Mana Strike e mais um na Morte Súbita. Cada planeiro possuí uma habilidade especial que se bem usada vai fazer seu jogo virar. A princípio temos os personagens mais conhecidos disponíveis: Ajani Juba D'Ouro (Branco), Jace Baleren (Azul), Liliana Vees (Roxo), Chandra Nalaar (Vermelho) e Nissa Revane (Verde).

Existem ainda mais outros diversos planeiros, que além de novas habilidades especiais, possibilitam fazer o "deck bicolor". A cor dominante do Planswaker será sua cor de decks, ou seja, criaturas daquela cor serão as únicas que você pode usar. Se você utilizar a Chandra terá acesso as criaturas de fogo, no entanto, se usar por exemplo Domri Rade poderá combinar criaturas vermelhas e verde, por ela dominar os dois elementos em seu deck.

E a última ação que o planeiro permite colocarmos unidades ao redor dele. É aqui o pulo do gato para poder colocar criaturas diretamente no campo rival. Se eu personagem estiver do outro lado, aproveite para usar algumas unidades ao redor dele, se não, você poderá apenas utilizar no seu lado do campo.

O conteúdo de ManaStrike

Seguindo os conteúdos padrões do gênero Magic ManaStrike tem uma vantagem boa comparado a outros games da série Magic no celular: menus intuitivos demais. Os pontos principais estão bem destacados para montarmos o deck, irmos paras as partidas ou ver as missões dos desafios.

A loja do game infelizmente segue o padrão de um item grátis e os demais muito caros. Mas aqui é ainda mais caro, e se a gente lembrar que são cinco cores de monstros, haja dinheiro do jogo para upar tantas cartas. Mesmo que futuramente você foque em cartas mais apelonas ou meta, o valor para upar será alto ainda e precisando  ter uma quantidade mínima da mesma carta para um novo nível.

Temos a evolução do Planswalker para ganharmos prêmios, isso é um lado bom para ganharmos mais algumas coisas. Temos também o passe de temporada com suas versões grátis e paga. Obviamente se você pagar terá mais brindes, uns mimos e potencial melhor de recompensar nos boosters (pacotinhos de carta).

Finalizando

Magic ManaStrike é um jogo com um potencial alto que foi pouco explorado. A esperança por um jogo de cartas no celular segue viva e como disse no vídeo, repito, vale a pena experimentar pois as criaturas, visuais e afins do jogo podem te entreter. Como o game está em seu inicio pode ser que venham coisas boas no conteúdo free futuramente.

Experimente os decks diferentes dos planeiros e veja o que combina melhor com seu estilo e lembre-se do básico: unidades fortes tankam para as mais fracas avançaram e darem dano na quantidade. Se você começou o jogo conta pra gente o que achou, o que concorda, o que discorda e boa jogatina.