"Miss Americana" documentário da cantora Taylor Swift, ganhou seu primeiro trailer na quarta-feira (22). A produção promete ser um olhar honesto e aprofundado na vida de uma das cantoras mais populares da atualidade, e estreia nesta quinta no Sundance Film Festival. O documentário estreia na Netflix no dia 31 de janeiro.



"Ninguém que eu conheço na platéia me odeia ativamente", diz a cantora enquanto é arrumada pela equipe, com sua mãe observando. Na narração do trailer, Taylor Swift descreve como ao longo de sua carreira, executivos da gravadora disseram a ela que "uma garota legal não força suas opiniões sobre as pessoas", e que "uma garota legal sorri, acena e agradece". Assim, ela se transformou na pessoa a qual todos queriam que ela fosse.

O vídeo mostra ainda as pessoas falando sobre os hábitos de namoro da cantora, enquanto Taylor diz que passou um ano longe dos holofotes propositalmente. Para ela, era isso o que as pessoas queriam. Durante esse tempo, ela disse ter desconstruindo "todo um sistema de crenças", tornando-se numa pessoa que pode ser feliz sem se preocupar com o que todos querem que ela seja.

Taylor Swift tomou uma difícil decisão ao se posicionar politicamente de forma aberta, e esse tema é abordado no trailer. A cantora apoiou alguns candidatos democratas em seu estado natal, Tennesee, nas eleições de meio de mandato em 2018. O trailer mostra Taylor e sua mãe, Andrea, reagindo às notícias no celular, e um momento de improviso entre a cantora e Brandon Urie, vocalista do Panic! At the Disco, cantando o sucesso "Me!", gravado pelos dois.

"Miss Americana" tem produção de Morgan Neville (A Um Passo do Estrelato), Caitrin Rogers (The Music of Strangers) e Christine O'Malley (Wordplay), trio que já venceu no Oscar. O documentário promete ser uma visão imperdível de Taylor Swift para os fãs, e mesmo para os curiosos. Afinal, nós conhecemos a cantora que emplacou sucessos como "Bad Blood" e "Shake if Off". Entretanto, a gente realmente conhece a pessoa? É o que "Miss Americana" quer nos responder.