A quinta-feira (13) está azul e veloz: 'Sonic, O Filme' chegou aos cinemas! Com a estreia, o Rotten Tomatoes divulgou o Tomatometer do filme, que enquanto escrevemos está em 69%. Para receber o "Certified Fresh", é preciso atingir 75% de críticas positivas, entre outros critérios os quais segundo o site, o longa já atende. A nota do público (Audience Score) será divulgada nesta sexta.
O embargo para divulgação das críticas caiu na quarta-feira (12), dando uma ideia do que esperar da adaptação live-action/CGI do mascote da Sega. Enquanto alguns não se convenceram com o novo design, muitos elogiaram as mudanças. Existem críticas negativas, mas o tom geral é de que temos um filme "surpreendentemente bom", ao invés de "irritantemente ruim".

Segundo a Variety, 'Sonic' deve arrecadar nos EUA entre US$ 40 milhões (R$ 173,3 milhões) e US$ 45 milhões (R$ 194,9 milhões) no final de semana de estreia. Se os números se confirmarem, o filme terá melhor estreia que 'Aves de Rapina', que arrecadou US$ 33,2 milhões (R$ 144 milhões) em solo norte-americano.

A história de 'Sonic, O Filme' começou bem antes do filme. Com a divulgação do primeiro trailer, a Paramount vou alvo de duras críticas pelo design escolhido para o ouriço. Nós até listamos outros Sonics mais bonitos que esse. A Paramount Pictures voltou para prancheta, e meses depois trouxe um design novo, que ganhou a massiva aprovação dos fãs. Segundo rumores, foi um trabalho que custou cerca de US$ 5 milhões (R$ 21,6 milhões).

No filme, Sonic (voz de Ben Schwartz) se une ao seu novo Tom (James Marsden) para defender planeta do maléfico Dr. Robotnik (Jim Carrey). Adaptações de videogames tem histórico não muito positivo, sempre deixando os fãs com um sentimento de quase. Quem sabe agora vai? Sonic tem a seu favor uma grande nostalgia, e o mercado: além da estreia nos EUA, o filme desembarca em 41 países - cerca de 60% do mercado internacional - incluindo o Brasil.

Via CB (1) e (2)