Mostrando a guerreira que é, 'Mulan' pode sair vitoriosa na estreia live-action nos EUA. Segundo o The Hollywood Reporter, o filme tem previsão inicial de estreia de pelo menos US$ 85 milhões (R$ 391,1 milhões) em solo norte-americano. Se confirmado, 'Mulan' se torna a maior estreia do ano nos EUA. Quem mantém o recorde no momento é 'Bad Boys Para Sempre', com US$ 62,5 milhões (R$ 287,6 milhões) 
Com base na solidez da previsão, existem até analistas mais otimistas. E eles acreditam na força de 'Mulan' para igualar ou superar a estreia nos EUA de 'Aladdin', que arrecadou US$ 91,5 milhões (R$ 421 milhões) em 2019.

Dirigido por Niki Caro e elenco totalmente asiático, a chinesa Liu Yifei dá vida à Hua Mulan, uma jovem que se disfarça de homem para que seu pai idoso não tenha que servir no exército. O filme é a releitura da animação clássica de 1998, e conta com orçamento de US$ 200 milhões (R$ 920,3 milhões). É o primeiro dos remake live-action da Disney a receber classificação PG-13.

Segundo pesquisas, o público norte-americano até o momento não pretende evitar os cinemas devido o surto do coronavírus. Este, por sua vez, prejudicou as bilheterias da China, com fechamento de 70 mil salas de cinema. Vale registrar que 'Mulan' tem esperanças de bom faturamento no país, afinal, é literalmente o filme da China. Outros países importantes - Coreia do Sul e Itália - também estão entre os países mais afetados.

Na China, a estreia foi adiado por tempo indeterminado. Agora, existe um rumor que a estreia pode ser cancelada por completo.

No restante do mundo, a Disney manteve o calendário. Na quarta-feira (4), tivemos o primeiro filme a ser adiado de forma global devido coronavírus: '007 - Sem Tempo Para Morrer'. Com isso, a data passou de abril para novembro deste ano.

Por aqui, no Brasil, tudo segue igual: 'Mulan' estreia em 26 de março.