Falta menos de um mês para Crise nas Infinitas Terras, crossover do Arrowverse aguardado desde a estreia de The Flash. E o evento fará jus às HQs, trazendo grandes mudanças para o Arrowverse - incluindo mortes. A primeira os fãs já sabem: é Oliver Queen, o Arqueiro Verde. Agora... O final do crossover é definitivo? Segundo LaMonica Garret, que interpreta o Monitor/Anti-Monitor, nem tanto.
Em entrevista ao CBR, Garret respondeu se o final da Crise junta todas as pontas soltas. Embora o ator não tenha dado uma dica do que vem por aí, ele descreveu o crossover com final aberto. Bem na linha da maioria das histórias em quadrinhos.


Nas histórias em quadrinhos [o final] é sempre aberto. Nada é definitivo. Mesmo naquela época, como quando Apocalypse matou o Superman, mas ele voltou. As coisas acontecem. Não quero revelar muito, mas no mundo das histórias em quadrinhos...

Como eu estava brincando com um dos produtores. Nós estávamos falando sobre A Princesa Prometida, e tem uma cena do tipo 'Ele está meio morto ou totalmente morto?'. Para mim, esse é o mundo dos quadrinhos: 'Ele está morto ou um pouco morto? Que morto ele está? Então vamos ver o que acontece, mas acho que os escritores são criativos, essa é a base disso.


Nos quadrinhos, a Crise nas Infinitas Terras reuniu heróis (e alguns vilões) de todo multiverso da DC Comics, contra a ameaça imortal conhecida como Anti-Monitor. A medida que o Anti-Monitor destrói realidades, ele substitui a energia da matéria positiva por antimatéria, e fica mais poderoso. O Anti-Monitor é derrotado, mas com o custo da vida de alguns heróis, incluindo Supergirl e Flash - além da fusão de alguns universos.

A Crise nas Infinitas Terras começa no dia 8 de dezembro em Supergirl. Batwoman assume no dia 9 e The Flash continua em 10 de dezembro. Depois da pausa de final de ano, o crossover volta no dia 14 de janeiro com rodada dupla em Arrow e Legends of Tomorrow