Olá, tudo bem? Você não está muito doido ainda do pós-carnaval e sim, é quinta-feira e eu de fato retornei a coluna para o dia de hoje. Bateu a saudade e a rotina fica mais fácil com o texto semanal saindo hoje, e mais uma vez, vem a calhar com uma boa data. Hoje é o famoso Pokémon Day. Ele é realizado sempre no dia de lançamento de Pokémon Green em 1995. Vamos falar um pouco da franquia e experiências pessoais.



Como Pokémon foi criado

Pokémon [abreviação da marca japonesa Pocket Monsters (ポケットモンスター Poketto Monsutā)] foi criado por Satoshi Tajiri em 1995 mas sua concepção vem desde 1989 com ele trazendo ao mundo a rinha de monstros de bolso inspirados na natureza. Satoshi tinha o hábito de colecionar insetos quando criança.

A ideia de Pokémon foi algo simples se pensarmos hoje, contudo, foi muito forte ao ganhar vida e transformar um gênero. Os jogadores são chamados de Treinadores e no mundo Pokémon existem duas metas mais fortes de vida para  treinador: ser um colecionador e completar a Pokedex ou ser o mais forte e se tornar o campeão da Liga Pokémon.

Para capturar Pokémon é uma dinâmica bem simples. Ao andar pelos matinhos Pokémon selvagens são encontrados e começa a batalha. O Treinador precisa deixar o Pokémon fraco e então utilizar a Pokébola ou uma de suas variantes como Great Ball, Ultra Ball, Master Ball (em caso de lendário muito forte) ou as versões especiais como as que são criadas pelo mestre Kurt em Johto.

Esse lindo mundo começa com um enorme desafio para todos nós pois tudo que é bom sempre tem um alto custo. Ao iniciarmos nossa jornada teremos de escolher nosso Pokémon inicial, que muda em cada continente do jogo (Kanto, Johto, Hoenn, Sinnoh, Unova, Kalos, Alola e Galar).

Em Kanto, onde toda a saga começou, a nossa escolha fica entre Bulbasaur (do tipo grama), Charmander (do tipo fogo) e Squirtle (do tipo água). Como o jogo não possuí nível de dificuldade para iniciar, na prática, a escolha inicial define o quão difícil será seu inicio de jornada.

Como os dois primeiros desafios de Ginásio são Pedra (líder Brock) e Água (líder Misty) o Bulbasaur ganha vantagem contra ambos, Squirtle tem vantagem contra Brock e fica tranquilo contra Misty, Bem, o Charmander... Existem Pokémon selvagens para formar o time com seis e ajudá-lo nesses momentos difíceis.

As batalhas e os tipos de Pokémon

Quando esse universo surgiu tínhamos ao todo 151 monstrinhos distribuídos por 15 tipos. Alguns tipos inicialmente possuíam apenas uma família como os Fantasmas com o trio Gastly, Haunter e Gengar ou os Dragões com Dratini, Dragonair e Dragonite. Ambos sendo evoluções de suas "famílias".

Cada tipo tem vantagem sobre alguns e desvantagem sobre outros como por exemplo Fantasma é forte contra Psíquico e Fantasma e não são capazes de atingir Pokémon Normal e são fracos contra Pokémon Noturno.


A segunda geração adicionou os tipos Metal e Noturno, dando um novo balanceamento ao game. Apesar disso os Pokémon do tipo Dragão ainda foram muito fortes por muitas gerações, visto que, a única fraqueza deles eram os tipos Dragão e Gelo. Na sexta geração foi introduzido o tipo Fada para aumentar as opções de contra-ataque aos dragões e mais uma vez mexer nas lutas.

Na tela de batalha quatro opções ficavam disponíveis sendo Lutar e escolher uma entre até quatro habilidades do Pokémon; Itens para utilizar algum item nos Pokémon ou utilizar Pokébola para capturar Pokémon Selvagem; opção de Trocar o Pokémon na luta e a opção de Fuga contra Pokémon selvagens.

Um exemplo de batalha com regras de Ginásio quando fui Gym Leader no site Dentro da Pokebola

Ao todo os tipos de Pokémon existentes são:


  • Normal
  • Lutador
  • Voador
  • Venenoso
  • Terra
  • Pedra
  • Inseto
  • Fantasma
  • Metal
  • Fogo
  • Água
  • Grama
  • Elétrico
  • Psíquico
  • Gelo
  • Dragão
  • Noturno
  • Fada


Sucesso mundial com o anime

Deu ruim

Apesar de tudo começar com os games Green, Red e Blue, o sucesso mundial da franquia veio junto com o anime em 1997 no Japão contando a saga de Ash Ketchun e seu Pikachu temperamental para se tornar um Mestre Pokémon.

Em 1999 o anime chegou ao Brasil no Programa da Eliana. É nesse ponto que a dominação Pokémon começa e o sucesso do anime, faz com que o mundo conheça o jogo e o stonks aconteça.

O anime de Pokémon é um dos mais longevos no Japão e ainda hoje está no ar. Após muitos anos seguindo uma formula própria para a TV, a história que começamos a conhecer teve um "fim" e agora o anime segue uma pegada diferente, fazendo mais ligações com o jogo por exemplo.

Momento que a série teve torcida de futebol

Isso era muito mais comum no mangá Pokémon Adventures (leitura muito que recomendada) onde acompanhávamos a história relacionada ao game do momento, inclusive, com os personagens dos jogos sendo os heróis e vilões.

É por isso que é comum ver em muitos lugares mais fãs do Red do que do Ash por exemplo.

Pokémon e eu

Ir para a BGS e não aproveitar os momentos, é ir errado pra BGS

E sendo um jovem transitando da infância pra pré-adolescência na época, a "febre Pokémon" me atingiu e atingiu forte, diria que ainda hoje existe a paixão apesar dela ter sofrido uma queda com as versões Sun & Moon, e ironicamente Pokémon fez eu ter momentos felizes com conexão Japão, enfim.

Apesar disso Pokémon foi uma grande companhia nessas duas décadas (velho, estou) e principalmente pela minha paixão por portáteis. O Game Boy Color roxo transparente foi um sonho que só veio depois de burro velho. Mas eu ganhei um GBC amarelo aos 15 anos, um belo presente de minha saudosa avó.

Mesmo sendo de segunda mão ele estava em ótimo estado e ainda ficou vivo uns 10 anos fáceis comigo. Acabou parando de funcionar quando eu já estava com a família DS e emprestei a um amigo de confiança e não, ele não teve culpa de parar de funcionar. Vivemos em uma cidade que castiga os eletrônicos com o clima daqui.

Grandes diálogos Pokémon, shorastes Mewtwo reflexivo?

Nesse tempo as versões que mais me agradaram, por geração, são: Blue (Blastoise marotando a todos); Gold (ainda hoje amo essa versão e seu remake); OmegaRuby pois as originais tive pouco contato e o remake joguei muito; Sinnoh explorei pouco mas me aventurei mais pela versão Platinum por ter vindo com meu DS; Black e White me fizeram voltar a me apaixonar pela série; Pokémon Y me surpreendeu muito e Sun tirou o meu empolgou.

E assim temos um pouco sobre o grande inicio da franquia Pokémon e como ela transitou um pouco (talvez muito né?) pela minha vida e como provavelmente ela ainda me renda boas experiências no local que ainda conhecerei.

Conta ai nos comentário algo que te marcou na franquia ou Pokémon favorito e aceito decorações envolvendo Umbreom ou Gengar.

Até a próxima.