Muitos de nós estão tendo que conviver com mais tempo livre. E, acreditem, há quem esteja enlouquecendo, porque estava terrivelmente acostumado a estar ocupado o tempo todo. Outro dado interessante: o brasileiro ainda lê pouco, seja por uma questão cultural ou mesmo social. Então, talvez seja uma boa aproveitar o tempo “livre” na quarentena para começar a adquirir novos hábitos de leitura, até como uma forma mais terapêutica de aproveitar o tempo.



Pensando nisso, o escritor romancista AT Sergio, que lançou recentemente “Eles”, seu primeiro livro com uma mistura terror e ficção científica para o público infanto-juvenil e ambientado totalmente no Brasil, e que está à venda online na Amazon, separou 3 dicas para quem deseja adquirir novos hábitos de leitura durante o período de isolamento social. Veja:
  1. Ler mais de um livro ao mesmo tempo
Poxa, AT, mas eu nem leio, e você me diz para ler mais de um? O escritor explica: “tem quem comece a ler um livro e vá se desmotivando pela falta de hábito, mesmo. Quando temos mais de um, e cada dia pegamos um trecho de um diferente para ler, ainda mais se os temas forem bem variados, isso pode ajudar na motivação”. Ele também lembra que quem “pega gosto” pela leitura adora saber o que vai acontecer na próxima página, e até pode querer dar uma esticadinha no tempo pro livro não acabar: “até nesse ponto, ter mais de um título na cabeceira da cama ajuda muito”, confirma ele.
  1. Escolher temas diferentes do usual
Sempre leu ficção? Que tal escolher poesia? Está acostumado a ler livros sobre finanças? Por que não apostar em algo mais histórico, ou em um romance, por exemplo? O que você já está acostumado não vai gerar nova rotina (a não ser que você já consiga intensificar a leitura, por exemplo), então, fazer escolhas inusitadas pode ser uma boa saída para ler mais e desenvolver um novo hábito. E, talvez, esse possa ser um ótimo exercício de autoconhecimento, já que você pode se descobrir amante de outros assuntos, que nem imaginava antes!
  1. Ler antes de dormir
Se tem algo que estamos precisando nesses dias incertos é nos desligar um pouco das notícias e das redes sociais para melhorar a qualidade do sono e, para isso, ler pode ser a melhor saída. AT só lembra que, para algumas pessoas, o efeito pode ser inverso: “dos três hábitos, eu tenho dois, porque este de ler antes de dormir, comigo, não funciona - quando o livro é bom, largar dele é um problema!”, finaliza de forma divertida o autor.

Com participação em mais de 25 antologias, o pernambucano radicado no Rio de Janeiro enfatiza que a leitura pode ser o melhor remédio para quem tinha uma vida agitada e pode sentir mais dificuldades de ficar em casa nesta quarentena: “intensificar a leitura pode ser uma forma de manter a ansiedade e o estresse longe”, reafirma. Se quiser começar pelo livro de estreia do autor, pode adquirir “Eles” pela Amazon, no link https://amzn.to/3aIixtT

via Planta e Cresce