A quarentena virou a festa das lives, sejam muito boas e de BeM, boas, ou que nem deveriam existir como algumas conversas para constranger público e envolvidos, no entanto, dentro dos shows algumas bandas de fora fixaram dias de nostalgia como Metallica nas segundas e Within Temptation às quintas. E no Brasil? A gente pede no Twitter e espera a Ambev atender, e ela atendeu com o tão pedido Raça Negra.



Se é que você não conheça o Raça Negra...

O Raça Negra é um grupo de samba e pagode formado na cidade de São Paulo no bairro Vila Nhocuné, Zona Leste em 1983. É um dos grupos pioneiros do desenvolvimento da vertente romântica do gênero. Com um estilo de samba carregado de romantismo, influenciado também pelo reggae.

É a live perfeita para unir muitas gerações pois dificilmente alguma casa não tinha um LP/vinil no recinto tocando para embalar a faxina, esse era o Spotify da época caro milenial. Os lançamentos basicamente foram fortes até inicio dos anos 2000 e depois o grupo entra num período de hiato até retornar com atividades em parceria, e então, voltar de vez.

É literalmente a definição de uma banda viver tocando as "antigas". Um show do Raça Negra dificilmente não vai agradar quem assiste, afinal, ele espera as antigas e com tanto tempo de praça, todas estão antigas já.

A live


Sendo mais uma live do circuito Brahma já aumenta a expectativa depois do que vimos com Bruno e Marrone do artista realmente se sentir em casa e agir um pouco mais livre, esse detalhe tem sido o diferencial dessas lives da Ambev. Mas o Conar resolveu atacar a galera que gosta de beber e isso começou a minar as lives.

Foi bem comum vermos o Luiz Carlos reclamar disso e apontar coisas mais importes que poderiam fiscalizar, no entanto, ele não deixou de molhar o bico entre uns momentos e outros de pegar água (água mesmo gente).

A live como teve muito tempo de divulgação acabou tendo uma preparação diferente, e bem, a linha reta foi tão em zigzag quanto a Corrente de Andrômeda. Haviam vídeos de famosos reforçando que teria a live e pediam uma música...

... até Neymar apareceu...

... Geralmente já tinham tocado a música. Foi um show de "já tocamos essas mas vai dedicada pra você também". Entre outros momentos de frases boas e uma foi bem reflexiva depois que o David Brasil apareceu no telão "vocês sabiam que ele tem problema de dicção? [...]".

Essa frase foi o resumo da live para esse redator. E obviamente o principal foi bem, as músicas. O instrumental foi gravado pela banda e apenas Luiz estava presente, afinal é sua casa, e cantou com o acompanhamento.

Com seu estado lá em cima, climão de videokê muito bom.

Se você perdeu a live basta dar o play abaixo