Entre os animes da temporada temos mais algumas opções esportivas para tentarem dividir a atenção de Haikyuu, difícil, mas quais seriam as armas de Tamayomi: The Baseball Girls para sobreviver na temporada? garotas fofinhas apaixonadas por baseball e talvez algo mais? Vamos falar um pouco sobre o primeiro episódio de Tamayomi.



Sobre o anime

Tamaki e Yomi, que costumavam brincar juntas quando crianças, acabavam jogando beisebol no ensino médio, embora seguissem caminhos separados, com Yomi se tornando arremessadora e Tamaki como catcher.

Reunida na Shin Koshigaya High School, Tamaki rapidamente prova que pode fazer algo que o arremessador do ensino médio de Yomi não conseguiu: pegar o Campo Mágico (uma bola quebrando com uma quantidade louca de curva e velocidade) que Yomi demonstrou quando eram crianças e agora aperfeiçoou para bola convencional do baseball.

Com o incentivo de Tamaki e dos entusiastas do beisebol Yoshino e Ibuki, Yomi começa a repensar sua decisão de parar de jogar beisebol. Se ao menos a escola ainda tivesse um clube de beisebol ativo...

Primeiras impressões


Confesso que a principio não pretendi experimentar o anime. A temática é legal, esportes sempre rende se o autor não perder a linha conforme a história avança ou a técnica apelona fica sem graça de acompanhar. Mas a imagem acima me deixou o sentimento de "hmm... puctaria escondida no anime?". Não tenho nada contra ecchis, até já fiz essa lista e essa outra aqui, mas o tanto de anime que tem dado o golpe nos últimos anos, é alto demais.


Então o primeiro episódio acaba brincando com esse lado yuri das meninas se envolverem quando conhecem. Mas nada de dedo bobo e gritaria, mas coisas singelas como se encantar pela outra, não querer largar a outra, abraçar de forma que meninos tarados abraçariam aquela senpai mais oppa e por ai vai.

O que vemos é a construção da Yomi conhecendo suas novas amigas e lembrando seu passado com baseball quando jogava, ainda criança, com a Tamaki. Yomi se torna uma arremessadora capaz de realizar uma bola curva muito forte, mas precisa aperfeiçoar ainda, enquanto Tamaki, se tornar uma catcher absurda.

Obras do destino

Monumental par de coxas

A vida que as separou após a infância as reúne mais uma vez no ensino médio. Elas se atualizam sobre suas vidas e a chama pelo baseball fala mais alto. O primeiro episódio trabalha bem para nos apresentar as meninas principais e introduz primeiro as gêmeas: Yoshino e Ibuki.

Ironicamente todas estão na mesma escola e pelo que vemos, os próximos episódios devem focar em aparecer mais meninas para formarem um time, e assim, reativar o clube de baseball da escola. O anime acabou sendo agradável nesse primeiro episódio e deve ter um potencial, mesmo que leve, para pararem de chamar de "Diamond versão meninas".