A espera terminou. Nesta sexta-feira (29) "Chromatica", sexto álbum de estúdio da Lady Gaga está finalmente entre nós. Originalmente previsto para 10 de abril, a cantora decidiu adiar o lançamento para 29 de maio por conta da pandemia do novo coronavírus (Covid-19). No meio tempo, tivemos o já histórico especial One World: Together at Home.
"Chromatica" é o retorno da cantora ao pop, sete anos após "Artpop" ser lançado. O novo álbum traz 16 faixas repletas de sintetizadores, que flertam com um pouco de tudo do mundo dançante. Dance, house music, trip-hop, e influência dance anos 90/2000 - uma tendência em 2020. Foi um acerto bem sucedido, por exemplo, com "Future Nostalgia", da Dua Lipa.

Colaborações? "Chromatica" tem de sobra. Gaga divide a pista de dança com Ariana Grande em "Rain on Me", enquanto "Sour Candy" traz as sul-coreanas do Blackpink. A cereja do bolo dentre os colabs é "Sine From Above", onde Gaga e o mentor Elton John levam a todos para o universo de Chromatica.

O álbum teve a ainda vários produtores, como BloodPop e Tchami, com os quais Gaga já trabalhou antes. A lista continua com Max Martin, Sophie, Justin Tranter e Boyz Noise. Em entrevista à Zane Lowe, da Apple Music, a cantora disse que deixou quantos produtores ela pudesse trabalharem no álbum. "Literalmente, ninguém se importava em colocar suas impressões digitais, desde que fosse a coisa mais legal que poderíamos dar ao mundo e que fosse significativo, autêntico e completamente eu".

Então é isso. Seja bem-vindo(a) a era Chromatica.