Chegamos na grande final do primeiro split do CBLOL 2020 e na série melhor de 5 temos o encontro do Flamengo, grande favorito a chegar nas finais mas que teve uma vida de altos e baixos no torneio, e do outro, a Kabum que teve um inicio bem tenso e era dada como favorita ao rebaixamento. Vamos aos resumos dos jogos.



Jogo 1

No primeiro game o Flamengo focou em parar Parang no topo e assim vimos Lucian do Woofe contra o Ornn do coreano dos ninjas. Não foi efetivo pois mesmo sendo coadjuvante com foco nos engage, a Kabum começou a série trabalhando para sua rota de baixo com Senna e Malphite dominando a rota incialmente. O Flamengo não se encontrou no primeiro jogo e derrubou sua primeira torre aos 29 minutos no topo, enquanto a Kabum, já possuía a alma do dragão, barão e estava com a base rubro negra escancarada e fechou o primeiro game aos 32 minutos.


Jogo 2

Mostrando uma reação e aproveitando que a Kabum escolheu o lado azul, o Flamengo conseguiu responder melhor a Kabum e começou criando vantagem em cima do Parang, no entando, por mais que realizasse vantagens nos abates, era a Kabum quem ficava com a vantagem no farm de ouro da equipe. Os ninjas não tomaram conhecimento mais uma vez, e nesse game, mesmo com a aparente vantagem que o Flamengo teria, a Kabum fez 2-0 em 26 minutos.


Jogo 3

O Flamengo parecia ter aprendido o que faltava para poder pressionar a Kabum e respira na série. Apesar de começar dominando o early game, o Flamengo viu a Kabum começar a reagir a partir dos 16 minutos, no entanto, os ninjas não conseguiram gerar pressão para revidar e foram caindo até tomar um ace na partida. Insistiram no errado até entender que não poderiam comprar brigas, e assim, na chamado do Barão a Kabum começou sua virada e nesse momento quando o Ranger aparecia na frente de algum carry, era apagado. E assim os ninjas fazem 12 vitórias seguidas, sairam de praticamente rebaixados para campeões do CBLOL 2020 no primeiro split.




São quatro finais e quatro títulos para a Kabum.