Nesta quinta-feira (21) a Netflix soltou o primeiro trailer de The Old Guardian. Com Charlize Theron puxando a fila do elenco, o filme retrata um grupo de mercenários que das sombras, ajuda a manter o mundo a salvo. Parece mais um grupo xerox de 6 Underground com Missão: Impossível, né? O leve detalhe, é: eles são imortais.


O que é (exatamente)

Nesses Vingadores sim, eu confio

The Old Guard (ou "A Velha Guarda", em português) é a adaptação da graphic novel escrita por Greg Rucka e ilustrada por Leandro Fernandez. Na trama, o século 21 tornou digno de filme a tarefa de manter qualquer segredo, quem dirá imortalidade. Andy (Charlize Theron) lidera o grupo que ganha uma nova recruta: Nile, personagem da atriz Kiki Layne. O trailer não dá detalhes sobre a Nile, além do fato que ela descobriu recentemente ser imortal. Claro.

Agora, com o novo reforço, mas ainda sem saber por que diabos nenhum deles morre, surge uma ameaça clássica. Um corporativo quer descobrir o DNA desses guerreiros imortais, e lucrar com isso. É o clichê mais básico de todo filme de ação e espionagem, mas só porque é manjado, não quer dizer que é ruim. Ou que vai ser ruim. Toda vez que eu vejo essas coisas, logo puxo a minha orelha nesse sentido.

O trailer é bom?

Um dia eu ainda escrevo porque a violência em filmes é importante


Mais do que bom, é excelente. Era bem o que eu esperaria de uma produção da Skydance, que tem no currículo a franquia Missão: Impossível a partir do quarto filme. Ou os filmes de Jack Reacher, que são excelentes. Então é gente que entende de ação/espionagem/thriller, e eu odeio dizer isso. É, esse detalhe me faz ter uma dose (cuidadosa, mas real) de fé em The Old Guard.

Me empolga demais qualquer coisa nessa linha, sabe? Acho legal os trajes colantes e as capas voantes duma Liga da Justiça, dos Vingadores. Mas o meu coraçãozinho está mesmo é nessas produções mais 24 HorasCold Case, mais SWATOs Mercenários da vida. 

O grande apelo

Sim

Vamos falar de mais coisa óbvia A Charlize Theron não precisa provar absolutamente mais nada a ninguém. Entretanto, depois de Atômica, ela se achou perfeitamente nisso de estrelar adaptações de graphic novels. Então quanto mais trabalho do tipo jogarem pra ela, mais gostamos e vamos assistir. Outra coisa, ótima e importante: ser um filme porradeiro sem filtro.

Não teria como fugir disso. A premissa do filme (e da graphic novel) não é florida e pacífica. E nós temos classificação etária por um motivo, certo? Uma corrente que eu detesto, é essa de pegar um filme que claramente poderia ser mais gráfico, e picotar para caber na classificação PG-13. Aí fica uma violência insossa e higienizada demais. Felizmente, o streaming permite uma flexibilidade maior nesse sentido.

O outro apelo

Tô legitimamente curiosa pra saber a origem da Nile

Essa coisa meio Wolverine, um personagem do qual eu gosto bastante.

A imortalidade em si, é tão trágica quanto a mortalidade. Pensa comigo: você não morre. E não sabe o motivo disso. Tudo e todos que você ama, são mortais. Enquanto você vive e vive, todo resto vem e vai, vive e morre. Todos os dias de todos os dias mesmo, porque a vida nunca acaba pra você. E você não sabe o motivo disso. Pior que a mortalidade cheia de dúvidas, é uma imortalidade vivendo nesse eterno (literalmente) ponto de interrogação.

Vale pontuar

Apenas vamos /o/

Heróis otimistas e esperançosos não apenas são bacanas, são necessários. A gente já vive esse dia-a-dia enrolado, cheio de coisa que faz perder a fé na vida. Então a gente precisa sim que um Superman, uma Stargirl, um Capitão América existam. O detalhe, é: eu adoro personagens com histórias difíceis, mal humor e que nem se encaixam propriamente no rótulo de herói.

Por isso foi muito bom ter esse "depende do século" como resposta à pergunta da Nile sobre se esse grupo, a velha guarda, se eles são mocinhos ou vilões. Porque ao mesmo tempo que o bem vencendo o mal é importante, e vende, o mundo não é tão preto e branco. É cheio dos detalhes que jogaram The Old Guard no topo da minha watchlist.

Só temos um problema nisso tudo: The Old Guard estreia apenas em 10 de julho na Netflix. Vai que, até lá, a gente ganha mais um trailer ou outro pra tietar. Eu apoio.