Há algum tempo a Riot sinalizou a ideia de transformar o Campeonato Brasileiro de League of Legends, o CBLOL, entraria para o sistema de franquia. A mudança não contava com detalhes ou informações que pudessem dar uma noção do que esperar para os times que fossem se candidatar as vagas e agora temos uma luz no fim do túnel com os detalhes.



O jornalista do e-SporTv, Chandy Texeira, conseguiu averiguar junto a Riot os detalhes para os times que irão se candidatar a vaga. Vamos por partes:

Para se candidatar a ser um franquiado: os times que estão no CBLOL e no Circuito Desafiante que se candidatem a uma das vagas, a taxa de inscrição será de R$4 milhões de reais que podem ser pagos em três parcelas anuais. Times de fora das competições da primeira e segunda divisão brasileira, terão o valor de R$4,4 milhões para se inscrever. O time ficará por quatro anos se for aceito.

Formato do CBLOL de franquias: existe a possibilidade do torneio ir dos oito para 10 times, o qual a Riot considera ideal. O Circuito Desafiante seria extinto, pois não existe rebaixamento no sistema de franquias, e no seu lugar pode haver um torneio para formação de jogadores, uma divsão de base/academy.

Os incentivos financeiros aos times

Bônus de classificação: assim como é comum nos esportes tradicionais, quanto melhor a classificação do time no torneio, maior será sua bonificação.

Exigências: no entanto para o time se manter como franquiado haverá uma série de critérios para a permanência na liga a serem obedecidos pelos mesmos. Descumprir quaisquer códigos estabelecidos neste acordo poderá resultar no desligamento da respectiva organização.

Salários: fica estipulado que o piso salarial do torneio será progressivo sendo que em 2021 o valor será de R$ 2,5 mil, em 2022 passa para R$3 mil e de 2023 em diante ainda será definido.

Zona de perigo: o Z2 que seria pro rebaixamento, agora será o sinal de alerta para os times. O time que ficar no Z2 por três em etapas durante os quatro anos.

Pendências financeiras: As equipes não podem ter pendências financeiras junto à Riot no que tange à taxa de participação, nem pendências em relações trabalhistas com profissionais inscritos no campeonato por mais de dois anos consecutivos.

No período de 19 a 23 de outubro desse ano. A data vem um pouco mais de um mês após a final do segundo split do CBLOL que está prevista para o dia 6 de Setembro. O Mundial ainda está de pé para o campeão desse split até o momento.

Lembrando que o CBLOL começa nesse sábado 6 de junho. Relembre aqui a disputa do título do primeiro split entre Kabum vs Flamengo.