A Wizards of the Coast anunciou na noite de quinta-feira (10) que banirá cartas racistas de Magic: The Gathering. Desta forma, Invoke Prejudice, Cleanse, Stone-Throwing Devils, Pradesh Gypsies, Jihad, Imprison e Crusade estão banidas permanentemente de todos os torneios sancionados, além de terem as imagens removidas da base de dados oficial.
Em específico, a Wizards se desculpou pela carta Invoke Prejudice, ou "Invocar Preconceito". Nela, um carrasco de capuz branco, similar ao da Ku Klux Klan, carrega um machado preto. Ao utilizar a carta, o jogador impede o adversário de invocar qualquer carta cuja cor não seja a mesma de uma das criaturas sob seu controle. O ID da carta na base de dados oficial de Magic era 1488, "número oficial" dos supremacistas brancos*.

(*Neste link você encontra a explicação para origem do número)

"A carta é racista, e piorou ainda mais por causa do ID com o qual infelizmente foi codificado anos atrás", disse a WoTC em nota a imprensa. "Não existe lugar para o racismo em nosso jogo, nem em nenhum outro lugar. Existe muito mais trabalho a ser feito, pois continuamos tornando nossos jogos, comunidades e empresas mais inclusivas. Saiba que trabalhamos todos os dias para melhorar, e que ouvimos você", finalizou a nota.

Embora nenhuma das cartas tenha sido publicada nos últimos anos, elas eram legalmente aceitas em diferentes formatos de competição, e estavam visíveis no "Gatherer", base de dados oficial do jogo. Agora, caso o jogador procure alguma das cartas racistas, o site não retornará resultados.

Muitos membros da comunidade de Magic: The Gathering pediram mudanças após o comunicado divulgado na semana passada, em apoio ao movimento Black Lives Matter. Um jogador poderia dizer que por que essas mudanças só ocorreram agora, e como uma carta com tantas referências racistas não foi percebida anos atrás. Mas como diz a Pessoa que Vos Fala™, antes nunca do que tarde.