A Niantic anunciou nesta quarta-feira (3) uma série de iniciativas em apoio a comunidade negra. Em carta divulgada pelo CEO John Hanke, o estúdio responsável pelos sucessos Pokémon Go e Harry Potter: Wizards Unite, se compromete não só no apoio financeiro, mas de iniciativas para criadores de conteúdo negros, e funcionários da Niantic.
Doações

Será doado um mínimo de US$ 5 milhões (R$ 25,9 milhões) da receita obtida com a venda de ingressos do Pokemon Go Fest 2020. O evento este ano será virtual, e acontecerá nos dias 25 e 26 de julho. Metade será utilizada para financiar novos projetos de criadores de conteúdo negros. A outra parte, será doada para ONGs norte-americanas.

A Niantic também doará US$ 100 mil (R$ 518 mil) ao Instituto Marsha P. Johnson, e corresponderá a contribuições de funcionários de até US $ 50.000. Situado em Nova York, o instituto trabalha em apoio e proteção dos negros transgênero dos EUA.

Tempo livre para os funcionários

Atualmente, os funcionários da Niantic tem quatro dias por ano para participar de eventos in-game. A empresa adicionou um quinto dia, e transformou todos em horário flexível de trabalho. Desta forma, os funcionários da Niantic poderão utilizar esses dias para se voluntariar no trabalho junto as suas comunidades.

Outras iniciativas 

Além das iniciativas acima, a Niantic está se comprometendo com novo treinamento de Diversidade e Inclusão, focado em alianças. A companhia também vai ampliar o compromisso com organizações como a Treehouse e a Gameheads, que se concentram na diversificação da tecnologia, e no ensino de crianças para desenvolver jogos, respectivamente.