O Kyoto Animation anunciou na terça-feira que está aceitando candidatos novamente para diferentes posições para trabalhar por tempo a combinar e para um ano. O estúdio de animes adiou o recrutamento para o ano fiscal de 2021 devido à propagação da nova doença de coronavírus (COVID-19).

O estúdio está aceitando aplicações de animadores, gerentes e engenheiros de sistemas, por períodos fixos e durante o ano todo. Também está aceitando pessoal de assuntos gerais apenas por períodos de um ano e posições de CG 3D (modelagem, aparelhamento, efeitos, produção de animação) apenas por períodos de prazo fixo.

O estúdio também está aceitando pedidos de inscrição para ele e para o programa de treinamento do estúdio irmão Animation DO. O curso será realizado de 3 de outubro de 2020 a 25 de setembro de 2021. Como anteriormente, está aberto a estudantes de nível médio que têm entre 18 e 25 anos de idade.

Em 18 de julho do ano passado, um incêndio devastador eclodiu no edifício Studio 1 da Kyoto Animation. Um total de 70 pessoas estavam dentro do prédio na época. O incêndio matou 36 pessoas e feriu outras 33. Além dessas vítimas, um homem de 40 anos a caminho do trabalho sofreu ferimentos leves por inalação de fumaça na área do atentado.

A polícia da província de Kyoto prendeu o suspeito de 41 anos que supostamente usava gasolina para iniciar o incêndio e está investigando o caso como incêndio criminoso. O homem supostamente comprou 40 litros de gasolina em dois cilindros e usou um carrinho para transportar a gasolina para o edifício Studio 1 da Kyoto Animation. A polícia prendeu o suspeito em 27 de maio, após 10 meses de atendimento hospitalar devido a ferimentos.

O trabalho de demolição do edifício Studio 1 da Kyoto Animation foi concluído em 28 de abril.

A Kyoto Animation colocou seu trabalho em hiato em 13 de abril devido à nova pandemia de doença por coronavírus (COVID-19). O estúdio originalmente planejava que o hiato durasse um mês, mas o estendeu para 31 de maio. A loja física Kyoani & Do Shop! permanece fechada mesmo após 1º de junho.

via ANN