No final de Maio foi anunciado os detalhes para os times que tenham interesse em aplicar para o sistema de franquias, conforme explicamos aqui, e após recente interesse da LOUD ingressar no League of Legends, o próximo interessado é o Cruzeiro e torcedores calma, pois o clube segue o exemplo do Santos no cenário do e-Sports.



Se você caiu aqui de paraquedas procurando notícias do futebol e vê que o Cruzeiro vai gastar R$4,4 milhões para aplicar, e ai, lembra que o time está um caos e pode cair direto para a Série C devido a crise financeira, calma. Assim como acontece com o Santos eSports, o Cruzeiro também tem uma empresa que trabalha com o nome do clube para os esportes eletrônicos, e assim, a E-Flix eSports.

Atualmente o Cruzeiro atua com o FIFA e Free Fire e o League of Legends vem como uma boa forma de dar um salto maior nos esports e aumentar a visibilidade do time, e até mesmo, uma forma de rejuvenescer a torcida no eletrônico e nos campos.

A notícia vem do Blog do Chandy, jornalista de esporte e esports do SporTV. Relembre os detalhes para os times que pretendem aplicar para franquia no CBLoL:

Para se candidatar a ser um franquiado: os times que estão no CBLOL e no Circuito Desafiante que se candidatem a uma das vagas, a taxa de inscrição será de R$4 milhões de reais que podem ser pagos em três parcelas anuais. Times de fora das competições da primeira e segunda divisão brasileira, terão o valor de R$4,4 milhões para se inscrever. O time ficará por quatro anos se for aceito.

Formato do CBLOL de franquias: existe a possibilidade do torneio ir dos oito para 10 times, o qual a Riot considera ideal. O Circuito Desafiante seria extinto, pois não existe rebaixamento no sistema de franquias, e no seu lugar pode haver um torneio para formação de jogadores, uma divsão de base/academy.


Os benefícios no lado financeiro com o sistema de franquia preveem:

Bônus de classificação: assim como é comum nos esportes tradicionais, quanto melhor a classificação do time no torneio, maior será sua bonificação.

Exigências: no entanto para o time se manter como franquiado haverá uma série de critérios para a permanência na liga a serem obedecidos pelos mesmos. Descumprir quaisquer códigos estabelecidos neste acordo poderá resultar no desligamento da respectiva organização.

Salários: fica estipulado que o piso salarial do torneio será progressivo sendo que em 2021 o valor será de R$ 2,5 mil, em 2022 passa para R$3 mil e de 2023 em diante ainda será definido.

Zona de perigo: o Z2 que seria pro rebaixamento, agora será o sinal de alerta para os times. O time que ficar no Z2 por três em etapas durante os quatro anos.

Pendências financeiras: As equipes não podem ter pendências financeiras junto à Riot no que tange à taxa de participação, nem pendências em relações trabalhistas com profissionais inscritos no campeonato por mais de dois anos consecutivos.

No período de 19 a 23 de outubro desse ano. A data vem um pouco mais de um mês após a final do segundo split do CBLOL que está prevista para o dia 6 de Setembro. O Mundial ainda está de pé para o campeão desse split até o momento.


Agora que o Cruzeiro demonstrou interesse, estão preparados para nova versão do meme com o "Fala CBLoL bom dia cara deixa eu te falar..."? Deixe seu comentário e qual time você gostaria de ver se tornando franquia no Brasil.