O momento mais difícil, porém inevitável da vida de todo jornalista.


Naya Rivera, conhecida pela personagem Santana Lopez na série "Glee", morreu. No meio da tarde desta segunda-feira (13), as autoridades do Condado de Ventura encontraram um corpo em Lake Piru, onde a atriz de 33 anos havia desaparecido. Às 18h o escritório do xerife de Ventura conduziu uma coletiva de imprensa, onde foi confirmado que o corpo encontrado era da atriz. O xerife Sheriff Bill Ayub disse não haver indicação de suicido ou crime.

Entenda o caso

Rivera foi identificada na última quarta-feira (8) como a vítima de um possível afogamento. Seu filho de quatro anos foi encontrado sozinho, no barco alugado pela mãe. As equipes de busca e resgate se mobilizaram por cinco dias em meio a baixa visibilidade, e os inúmeros obstáculos no fundo do lago, na tentativa de encontrar a atriz, ou em último caso, o corpo.

Um rosto inesquecível


Nascida em 12 de janeiro de 1987 em Valencia, Califórnia, Naya Rivera tinha descendência porto-riquenha, afro-americana e alemã. Ela apareceu ainda criança em comerciais, e fez a estreia na TV aos quatro anos em "The Royal Family", sitcom da CBS. Aos 10 anos ela apareceu em episódios de "Um Maluco no Pedaço", “Family Matters", "Sinbad" e "Baywatch".

Na adolescência, a atriz tornou-se personagem semi-recorrente no “The Bernie Mac Show,” onde interpretou a personagem Donna entre 2002 e 2006. "Glee", série de Ryan Murphy, foi o trabalho que a colocou no radar do sucesso. Na trama, Rivera foi Santana Lopez, uma líder de torcida cruel que assume ser gay - uma das histórias mais elogiadas da série.

A passagem de Rivera em Glee durou de 2009 até o fim da série, em 2015. Com o elenco de "Glee" ela recebeu indicações no Screen Actors Guild Awards (SAG), Grammys e Teen Choice Awards.

A vida pós-Glee


Com o fim de "Glee", Rivera apareceu na série "Devious Maids", do Lifetime, como Blanca Alvarez. Ela também estrelou a série dramática “Step Up: High Water”, do YouTube, que foi adquirida em maio pelo canal Starz para terceira temporada.

Além de atuar, Rivera também seguiu a carreira de cantora, assinando com a Columbia Records em 2011. Ela lançou um single, “Sorry,” com o rapper Big Sean em 2013.

Em 2016, a atriz lançou um livro de memórias intitulado “Sorry Not Sorry: Dreams, Mistakes, and Growing Up”. Nele, ela compartilhou a história de aborto do filho que esperava do ator Ryan Dorsey, marido na época de quem mais tarde ela se divorciou. Em entrevista à Cosmopolitan em 2016, após a publicação do livro, Rivera discutiu sua experiência como atriz de raça mista em Hollywood.

Naya Rivera deixa os pais Yolanda Rivera e George Rivera; o irmão mais novo Mychal, jogador da NFL; irmã Nickayla, uma modelo; e seu filho Josey Hollis Dorsey, com o ex-marido Dorsey.

Via Variety