Um som pra gente curtir: Ivete Sangalo - Táxi Lunar


Progressos

Acertamos, e estamos acertando uns ponteiros muito importantes que vem garantindo a estabilidade do site, e vão garantir no futuro próximo. Um amigo disse que muita gente entrou em pânico de como produzir conteúdo em tempo de pandemia. Por aqui foi o inverso: fizemos mudanças, uns testes, mas as nerdices e popices não pararam. Só aumentaram. Tudo com a viabilidade e qualidade que você sabe.

Existe a leve esperança até do Armadura Cast finalmente voltar e ficar. Gravamos recente um novo episódio sobre o jogo brasileiro West of Dead, e foi bom demais - mesmo na parte onde eu gaguejei feio e virei remix. Existe também a esperança do nosso canal do Youtube voltar a ser movimentado, mas por enquanto esse é um #descubra.

Problemas

Numa das semanas de junho, a minha vida deu um apagão geral. Primeiro, o PC deu pau sem volta e custou um bom tempo, e dinheiro não-programado para resolver isso. Some o stress da vida offline e o online mesmo, daí o corpo. Não foi a minha primeira vez com burnout, mas eu adoraria que fosse a última.

A Síndrome de Burnout não é brincadeira. No meu caso durou alguns dias, da primeira vez há anos atrás, foram semanas. Foi uma recuperação lenta, e até agora eu tô meio andando no gelo fino. Forcei o início de hábitos diferentes, minimamente novos, e to pegando pesado na disciplina. Não ignore os sinais do corpo: cansaço mental não é brincadeira.

Problemas no mundo

O mundo segue virado ao avesso. A morte do norte-americano George Floyd confirmou o óbvio: os EUA adoram se intrometer na vida dos outros países, mas não cuida do próprio quintal. Racismo. Em pleno 2020, tem gente que se acha superior porque é branco. Mas cá entre nós, se tem gente que se acha superior por gostar de certo filme ou banda... O que dizer.

Problemas nos esports

A gente pode definir o cs_summit 6 de CS:GO numa palavra: caos. Literalmente. O jogo entre MIBR e Chaos foi terrível. Leaf, da Chaos, teve uma performance alta (e suspeita), e foi acusado de cheat. Não faltaram evidências, mas faltou o principal: a Beyond the Summit tirar a bunda da cadeira e dar uma resposta efetiva sobre o caso.

Daí foi ladeira abaixo no carrinho de rolemã. O torcedor brasileiro, imaturo como sempre, foi xingar os jogadores nas redes sociais. Uma parte fez ameaças de morte ao player, de 16 anos. Do outro, os brasileiros foram taxados de tóxicos e macacos. Afinal, o gringo é muito criativo, e só sabe chamar latino/brasileiro/africado de macaco, ou brasileiro de favela. Baita educação de primeiro mundo.

A real disso

Quem ofendeu e ameaçou os jogadores da Chaos, tá errado. A trapaça quase-oficial da Chaos, tá errada. Quem chamou os brasileiros de macaco e favela, tá errado. Mas vamos sinceros? A real e sem fofoca? O brasileirinho torcedor de esports fala isso e coisa pior uns para os outros. "Ah, mas eu não falo". Mas você sabe que acontece Tem que cobrar postura dos gringos, sim, mas tem que cuidar do próprio quintal também.

E a nossa política...

Eu nem vou me alongar muito nisso. É gente despreparada pra todo lado, uma imprensa que pensa ser blindada e dona da razão, e uma alienação que reflete no povo. Quer um exemplo fantástico disso? Eu tenho.

Em plena pandemia, tem rolado discussão e briga porque muita gente não quer usar máscara. Por que "é o direito dela". E esse direito vem do raciocínio limitado que, é uma imposição do governo, ou da imprensa. Você vê o crédito negativo de ambos, e como o serumaninho em geral, é egoísta.

Sinceridades

O ano da pandemia tá esquisito, triste, confuso. Mas a gente vai continuar te informando, divertindo e falando a real. O Armadura Nerd ainda é um espaço onde a honestidade, e confiar no coração das cartas importa. Então que venha o segundo semestre! De onde saiu esse monte de nerdice e popice, tem ainda mais. 

Destaques de junho

Da casa


Jogos

Mobile

Jogos competitivos

Esports

TV e streaming

Música

Cinema

Streamers

Tecnologia

Mangá e quadrinhos