Hoje é dia de review, mas um bem diferente do que você costuma ver. Vamos falar de um carregador de celular. Em junho a Pessoa que Vos Fala™ recebeu o carregador GaN da Baseus, e tudo estava certo para o review sobre sair ainda em junho. Mas deu a confusão explicada na Retrô de Junho, e isso travou um caminhão de coisas. Agora vamos correndo atrás do prejuízo.

Quem é a Baseus?


Fundada em 2011, a empresa chinesa tem o slogan "Base on user", ou "base no usuário". É curioso, pois se você notar, Baseus é a forma reduzida desse slogan. A proposta da marca é criar produtos com alto senso de estética e valor prático, pensando perspectiva do consumidor. É aqui onde entra o nosso carregador.

Sobre o GaN

É um carregador que permite carga rápida com três entradas diferentes: uma USB-A, e duas USB-C, e sim, isso faz diferença. O Olhar Digital tem um guia bem legal explicando isso. Aqui entre nós, o que interessa: o GaN é projetado para ser compatível com os dispositivos USB mais populares feito tablets, iPhones, celulares Android e laptops.

Ele é bom?


Sim. Uma coisa que eu valorizo demais, é carregar o celular sem superaquecimento, uma coisa que o meu LG K11+ adora fazer. (É cabeça quente feito a dona) Outro ponto importante é a carga rápida. Ela não é instantânea como a gente pensa quando lê "turbo". Mas é bem ligeira, até. Consigo deixar o meu LG K11+ espetado de madrugada, e acordar com a carga nos 100%.

A durabilidade da carga é boa. No meu caso só não é melhor, pois jogar Mobile Legends é um hábito que gasta tudo - muita bateria, muita paciência minha.

O problema

O carregador não vem com cabo USB, e isso foi uma surpresa bem ruim. Por ter sido um recebido do site, não doeu no bolso comprar um cabo a parte. Mas isso não é tão problema quanto o fato do GaN não custar nada barato.

Não existe loja oficial no Brasil, uma vez que a Baseus ainda está se firmando no país. Restam duas opções: comprar em sites feito Shopee, eBay e Banggood, e em nenhum deles sai por menos de R$ 150. Fora que existe ainda a chance a mais de problema na entrega, pois não é uma compra direto com a Baseus.

Você encontra o GaN na Amazon, porém apenas nos EUA. e lá ele custa US$ 42,99 (R$ 231,14). Por fim, a opção nacional: o Mercado Livre. É um plus positivo que exista um perfil oficial da Baseus. É um problema plus que o carregador custe R$ 268.

E então?


O carregador GaN 65W da Baseus é bom. Mesmo a carga não sendo ultra hiper turbo, ela é rápida. E por não superaquecer o celular/carregador, isso é ótimo. Ter USBs de tipos diferentes também é uma boa, para quem tem smartphone e tablet, como eu já tive um dia. 

A questão de não vir um cabo USB já inviabiliza a compra do produto em 70%. Os outros 30% ficam por conta do preço totalmente obsceno, ainda mais em tempo de pandemia. É difícil encontrar um carregador com essa combinação de entradas? É. Normalmente focam muito na entrada padrão que é utilizada nos smartphones, por exemplo. 

Então para quem busca carregador apenas para celular, não é a melhor opção. Agora, quem busca uma forma de carregar mais dispositivos ao mesmo tempo, seja por trabalho ou por pressa (risos), se o orçamento permitir investir no GaN, é uma opção interessante.