Nossa penúltima semana do Play Avantasiado começa com atraso, eu sei. Problemas e mais tretas me tiraram da curva, inclusive de saúde. Nada preocupante, mas ingrato. Então fica novamente o pedido de desculpas por mais esse atraso. Deixar você sem música na semana, entretanto, eu não deixaria.

Uma jornada daora

Essa jornada tem sido boa demais, aquilo que os gringos chamam de trip down the memory lane. Se você chegou agora e perdeu as outras semanas, tivemos "Avantasia""Dying For an Angel". Hoje vamos falar de "The Scarecrow", e um papo sobre músicas de longa duração.

A ideia de uma música com 10 minutos surgiu na minha vida com "Domino", do Genesis. No metal, com a igualmente incrível "Ghost Love Score", do Nightwish. Mas a coisa virou um costume mesmo após eu conhecer o Avantasia. O projeto tem excelentes músicas de longa duração, embora eu nem chame mais uma música com 10 minutos de "longa". A primeira que eu ouvi foi a dignísssima "The Seven Angels", vale registrar.

#TodosSomosOEspantalho

No Scarecrow (álbum) começa a The Wicked Trilogy, sobre a qual eu falei na semana passada. Já a música em si, tem uma fluidez incrível, digna de música clássica. Com aquelas passagens totalmente diferentes, mas conectadas entre si, sabe? É a melhor definição de metal opera. "The Scarecrow" é o real abre-alas da história do pobre Espantalho, uma criatura que você vê através da música, e até que sente empatia por ele?

Você vê que mesmo tendo uma estrutura muito bem trabalhada, a música manteve a acessibilidade do metal power/sinfônico. Tem firula, mas não irrita nem distrai. Elas encorpam a história e dão mais vida ao que todo mundo canta. Aliás, vamos prosear sobre os convidados.

Convidados stonks? Teve

Nunca fui tiete do Kiske, mas também não odeio ele. Pretendo ouvir alguma coisa do Helloween e do Unisonic qualquer dia desses. Mas ele funciona bem demais no Avantasia, e em "The Scarecrow". O Tobias é incrível, mas é o chefe, então dispensa rasgação de seda. Ele cumpre muito bem o papel de carregar a história, afinal ele é a voz do Espantalho. Quem rouba a cena sem vergonhamente mesmo é o Jorn Lande.

Eu adoro o Jorn. É uma das melhores vozes da música. Com o tempo ele virou figurinha carimbada, e apareceu em quase todos os álbuns do Avantasia. O ex-vocalista do Masterplan fica mais entre o hard rock e o metal clássico, mas o Tobias achou um jeito perfeito de encaixar o cara no projeto. Ele brilha demais na segunda parte da música, quando a melodia dá uma acelerada super hype.

E daí pra frente foi só amor com praticamente todas as músicas longas do Avantasia. Existem três as quais ainda eu preciso ouvir direitinho. Mas "The Scarecrow" é mais que íntima, então pode soltar o play sem moderação.


Letra

I'm just a loser in the game of love
I'm just a stray boy in the shade
And how I wish to know what love is like
To find someone to contemplate

There's a voice and a million answers
To the questions I don't ask
A demon, I've got to contain
When I'm walking through the fen
Gonna deep into the black
There are whispers that I can't restrain

Don't give in

Rise to fame, time will come
Make your claim, time has come
For the crow to fly away

So you're an angel meant to walk down here
And you believe it's all divine
And you don't play by all those temporal rules
Watch the world begin to die

Alright, when the lamb's been torn to pieces
I've been crashing from the sky
Fallen to care for the pray
They put a spoke right in your wheel
I'm the one to dare the weak
To push you all over the pain
You give in, oh

Rise to fame, time will come
Make your claim, time has come
For the crow to fly away

I close my eyes and I see what's coming my way, oh yeah
He's got treasure in his eyes that he's gonna turn to clay

Hmm, I'm a stranger, I'm a changer and I'm danger
Maybe

Fallen angel, waiting for the prey
The devil has come to take a maimed away
Penetration of the twisted mind
The evil is out for the weak and blind

I can feel it in your voice
Ever so sweet, no!
Do I really have a choice? No, no, no!

Oh, you burn your feet on unholy ground
You roam the barren wicked plains abound
In evil eyes and evil speak
About it all your evil freaks

When you say it's all divine and meant to be
What about your flesh and blood and defiers like me?

Their evil eyes are looking down on you
And those who don't are losing sight of you
Face the rage to chase away
The specter of disgrace and shame

Withered roses dying on the ledge
A withered dreamer standing on the edge
You dream of love but you wake up to pain
You're better off to join in my game

Then she'll better off to cry contrite tears
One day she'll wonder why she had to let you disappear

Rise to fame, your time has come
Time will come to take the sun
Make your claim, you're drawn to the sound
Time has come, you're leaving ground

Rise to fame, the flight of the crow
Time will come, cross the line
Your time has come for the crow to fly away

It's a flight to hell
Can you hear the bell
The devil has come
To take your soul away
A flight to hell, alright

I'm a stranger
I'm a changer
And I'm danger
Fallen angel
Waiting for the prey