O co-criador e produtor da série Better Call Saul, Peter Gould, afirmou em entrevista ao Deadline que a sexta e última temporada da prequel de Breaking Bad não terá sua produção retomada antes de 2021. A paralisação ocorreu por conta da pandemia mundial de covid-19. Originalmente, era previsto que a produção fosse retomada em setembro.

Na nova temporada, Lalo Salamanca (Tony Dalton) buscará se vingar do traficante Gus Frings (Giancarlo Esposito) e do informante Nacho Varga (Michael Mando), além de mostrar um pouco mais da relação entre o advogado Saul Goodman (Bob Odenkirk) e Kim Wexler (Rhea Seehorn).

Sobre uma possível retomada rápida na produção, Gould pontuou que dificilmente acontecerá. "Não parece que isso acontecerá por conta dessa situação que estamos vivendo. Eu acho que vamos atrasar um pouquinho, infelizmente."

Em uma outra entrevista, ao Washington Post, o produtor Mark Johnson disse que o coronavírus pode acabar limitando o potencial da série, principalmente em relação aos ambientes mais fechados.

Assim como muitas pessoas, precisaremos ser bem criativos com onde e como filmamos. Diversos lugares não nos deixarão simplesmente entrar. E se alguns programas parecerem diferentes, eu acredito que está tudo bem porque o mundo está diferente. E se isso não funcionar, pelo menos nosso programa tem um monte de deserto e estradas abertas.

Vince Gilligan, criador da franquia, já havia indicado que o "Bad Universe" deveria acabar junto com a temporada final de Better Call Saul, cujos acontecimentos devem se localizar ficar após o final de Breaking Bad

Via Comicbook