A Semana 2 da Série A da Liga Brasileira de Free Fire (LBFF) foi marcada pela ascensão de grandes equipes e pelo equilíbrio nos resultados. Entre as equipes que mais se destacaram, está o Flamengo B4, que marcou o BOOYAH! uma vez no sábado e duas no domingo. Na última rodada, inclusive, o rubro-negro quebrou recordes e foi a equipe que mais pontuou e abateu em um único dia de LBFF. 


Demonstrando uma evolução ímpar da semana de estreia até aqui, a equipe liderada por Modestia conseguiu impor seu jogo e fechou a quarta rodada na liderança do campeonato, seguida de FURIA, que manteve os bons resultados; Team Liquid, que teve um sábado excepcional mas caiu de rendimento no domingo; Black Dragons, Santos e SS – que segue como uma das grandes surpresas do campeonato, apesar das apresentações inconstantes ao longo da última rodada.

LOUD, paiN Gaming, GOD e Fear aparecem completando o Top 10. Das equipes, a que melhor se apresentou no final de semana foi a Fear, que no sábado protagonizou uma série de trocações insanas contra a New X.

Eu acho que a LOUD não errou em contratar dois precisos e substituir o Will (que faz o papel de rush). Eles só estão com um pouco de dificuldade para se adaptar, inclusive o Brabox. Ele é muito bom no rush e foi assim que ele conseguiu a maior parte dos abates deles na LBFF e na C.O.P.A. Free Fire, o que significa que ele pode substituir muito bem o Will. Dois precisos pode funcionar, assim como funcionou na Vivo Keyd, né? Na primeira etapa da LBFF, que eles foram vice-campeões, foi com um jogo em volta de dois precisos. A estratégia pode funcionar na LOUD, basta o jogo encaixar”, analisou Solotov, que falou sobre a contratação de dois precisos e a exclusão do Will no time da LOUD.

Embora tenha emplacado o BOOYAH! na última queda do domingo, o time de Brabox segue inconstante e parece ainda não ter encontrado um jeito de performar no campeonato. Desenvolvendo uma rivalidade, os principais adversários da LOUD no domingo foi o Flamengo, que encontrou a tropa #FollowTheNoise em praticamente todas as quedas.

Mesmo que a Fear tenha performado bem no sábado, destaque também a constância da paiN Gaming, que apesar do 8º lugar, tem conseguido se manter viva tempo o suficiente, na mesma medida que soma abates importantes na pontuação final.

Começar a temporada mantendo a constância é algo muito bem, assim como disparar na pontuação logo de cara. A paiN é um time muito forte, a gente já conhece o estilo de jogo dos meninos, eles são um time que, além de se posicionar bem e contestar algumas calls adversárias, eles também somam bastante kills durante a partida. Não acho que vai ser fácil manter a regularidade e a constância na temporada atual, mas o time da paiN já vai elevando a sua moral”, pontuou Pfonn sobre a regularidade do elenco da paiN.

Destaque no sábado, o Cruzeiro figura o 11º lugar, seguido de RED Kalunga e Corinthians, que mesmo fazendo boas quedas e conquistando o BOOYAH! em pelo menos uma delas, não vem se apresentando com força total na competição. 14º colocado, a Vivo Keyd fez dobradinha no sábado e conseguiu subir um pouco da parte de baixo da tabela depois de uma estreia bem abaixo do time como um todo.

Los Grandes e KaBuM!, que aparecem na sequência, também deixam a desejar no campeonato. No entanto, os Ninjas ainda conseguiram um BOOYAH! no domingo, algo que pode elevar a moral do time e, quem sabe, trazê-lo mais forte para as próximas semanas.

Fechando a tabela, aparece a INTZ, que não aproveitou as seis quedas que teve no sábado para pontuar, apesar de demonstrar alguns bons momentos, e a New X, que parece ter sentido o peso da Série A e ainda não se encontrou no campeonato, apesar de abusar bastante das substituições para encontrar o melhor jeito de jogar.

Veja abaixo como ficou a tabela atualizada da LBFF e clique aqui (sábado e domingo) para saber os destaques das quedas.

Veja aqui a tabela atualizada de Estatísticas da LBFF e clique para acessar as fotos oficiais da competição.



Realizada totalmente online e com transmissão no YouTube e na BOOYAH!, plataforma de streaming da Garena, a competição reúne as melhores equipes do Brasil, na disputa pelo título e por vagas para o Free Fire Continental Series (FFCS), torneio continental que acontece em 21 de novembro.

Com premiação total de R$ 100 mil, a LBFF Série A reúne os 18 times da elite do Free Fire, que se enfrentam em seis quedas por dia, entre os mapas de Purgatório, Bermuda e Kalahari. Clique aqui para saber como funciona o sistema de pontos. 

A apresentação fica a cargo de rostos conhecidos da comunidade do Free Fire, com Camilota XP e Murilo Show. Diego Hads, AnaXisdê e Luis Folha farão os comentários das partidas, avaliando os destaques de cada queda. Pfonn e Solotov trarão análises de estratégias de quedas e informações. Enquanto isso, Tawna trará informações extras dos pro players e equipes.

Os fãs que assistirem às partidas da LBFF por meio da BOOYAH! poderão ganhar dropzins diretamente no jogo.

Para saber mais, visite as redes sociais da Garena no FacebookTwitterInstagram e siga a hashtag oficial #LBFF.


via Theo Games