O primeiro turno do Brasileirão Rainbow Six Siege 2020 chegou ao fim com mais uma mudança na ponta da tabela de classificação. Neste fim de semana, a Team oNe conseguiu ultrapassar a Team Liquid depois de derrotar o Santos e-Sports. Com bons resultados, INTZ e W7M Gaming também subiram na tabela. Já a Black Dragons foi derrotada duas vezes e a FURIA, com mais um revés, permaneceu na lanterna da competição.


Desta forma, a Team oNe encerra o turno na liderança com 18 pontos, seguida pela Liquid, que está empatada com os Golden Boys, mas fica atrás pelos critérios de desempate. Ninjas in Pyjamas, com 16, e FaZe Clan, com 15, completam o G-4. As duas equipes também se classificaram para o Major Regional Brasileiro. Em seguida vem MIBR (10), W7M Gaming (10), INTZ (8) e Black Dragons (7). Santos e-Sports (4) e FURIA Esports (3) são as duas últimas colocadas. 
Enquanto o segundo turno do BR6 - que acontecerá em setembro e outubro - não começa, as atenções se voltam para o Six Major, que será disputado de maneira online e com a divisão entre as regiões por conta da pandemia da COVID-19, entre os dias 7 e 9 de agosto. As semifinais do torneio terão de um lado a líder do BR6, Team oNe, contra a FaZe Clan, e do outro, Team Liquid e Ninjas in Pyjamas. O campeonato uma premiação total de mais de 500 mil reais.

As partidas do Major começam na sexta-feira (7), a partir das 14h, com a disputa das semifinais e o jogo da chave dos perdedores. O público acompanha todas as emoções do campeonato nos canais oficiais do Rainbow Six Esports Brasil na Twitch e no YouTube.

FaZe Clan se garante no Major, Team oNe supera FURIA e INTZ volta a vencer (01/08, sábado)

O sábado começou com uma bela atuação da FaZe Clan. No seu mapa de escolha, Litoral, o time de Leonardo “Astro” começou com uma defesa sólida e boas estratégias. A Black Dragons até ensaiou uma reação, mas não segurou a adversária, que venceu por 7 a 3. Consulado foi o segundo mapa do confronto, com muito equilíbrio, disputas acirradas e um empate no final. Com isso, a FaZe somou dois pontos na tabela ao vencer o jogo por 1 a 0 e conquistou a última vaga para o Six Major LATAM.

Matheus “Ramalho”, técnico da FaZe Clan, explicou o que faltou para a equipe garantir os três pontos: “Pecamos em detalhes na comunicação do nosso ataque no Consulado. Em alguns rounds, erramos em momentos que tínhamos certa vantagem e isso custou a vitória no segundo mapa. Mas ficamos bem felizes com o resultado e com a classificação para o Major”.

Em seguida, foi a vez de Team oNe e FURIA Esports, partida entre a até então segunda colocada e a lanterna do BR6. Com problemas técnicos, o técnico da FURIA, Arthur “Tchubz” substituiu Victor “Bersa” durante o confronto. No mapa Mansão, os Golden Boys foram imbatíveis ao vencerem sete rounds seguidos, garantindo uma vitória perfeita por 7 a 0. No Clube, o time do técnico Matheus “Budega” continuou implacável e só perdeu um round. Resultado: 7 a 1, 2 a 0 no confronto e mais três pontos na tabela. Além disso, a T1 teve como destaque Enzo “Rappz”, que ficou com 100 de rating nas estatísticas, algo inédito nesta edição do Brasileirão. 

“Conseguimos medir muito bem nossa agressividade nos primeiro rounds. Reparamos que eles demoravam muito para entrar no mapa e conseguimos embaralha-los com o posicionamento da nossa defesa. Sabíamos que eles tentariam anular nossas jogadas fomos mudando nossas posições no mapa para confundi-los”, explica Budega sobre o 7 a 0 no primeiro mapa.

A partida que encerrou o sábado foi entre INTZ e Santos e-Sports. No mapa Mansão, apesar de sair na frente, o Peixe viu a equipe adversária se impor e colocar suas estratégias em prática, o que resultou em um 7 a 2 para os Intrépidos. E no mapa Clube, o roteiro se repetiu. O time de Vitor “vitzzz” seguiu firme e emplacou 7 a 3 no placar para somar mais três pontos na classificação.

Para vitzzz, a vitória serve como motivação para o segundo turno: “Ganhar do Santos foi importante, principalmente por estarmos próximos deles na tabela. Esses três pontinhos nos ajudarão no returno, estávamos sempre batendo na trave e a vitória não vinha. Era o que faltava para subirmos de patamar, nos traz confiança”.

Vitórias de Ninjas in Pyjamas, W7M Gaming e empate na reedição da final do BR6 2019 encerram o turno (02/08, domingo)

No último dia do primeiro turno, Ninjas in Pyjamas e Black Dragons abriram os trabalhos. No mapa Consulado, escolha da NiP, o time de Gustavo “Psycho” não encontrou dificuldades. Com um bom trabalho coletivo, venceu por 7 a 2. Já em Oregon, a BD tentou surpreender a adversária e incomodar com Vitor “hugzord” utilizando o operador Montagne no ataque, mas os Ninjas souberam controlar a situação e, novamente, foram imbatíveis para repetir o placar do primeiro mapa e vencer por 2 a 0.

Para Psycho, a NiP teve uma ótima performance e vai motivada para o campeonato do próximo fim de semana: “Eu acho que o nosso desempenho nesta partida foi excelente. Conseguimos fazer exatamente como queríamos, nos adaptar muito bem ao estilo deles. Basicamente foi isso, fizemos um jogo de adaptação. Agora conseguimos um gás para a disputa do Major”.

W7M Gaming e MIBR foram os responsáveis pelo segundo jogo do dia. No mapa Litoral, escolha da W7M, a equipe teve um início difícil, com os adversários colocando 5 a 1 no placar. Mas os Bulls não se abateram e conseguiram buscar o empate em 6 a 6. Oregon foi o segundo mapa jogado, novamente com muita disputa. Após estar atrás no placar, que marcava 6 a 3, o MIBR ensaiou uma reação, mas acabou derrotado por 7 a 5. Com isso, a equipe de Igor “FREEZAO” somou dois pontos na tabela e alcançou o sexto lugar. 

FREEZAO explicou o motivo de a equipe sofrer para fechar o segundo mapa: “No final de Oregon, faltou um pouco de polimento do nosso ataque, não conseguimos finalizar alguns rounds. Tivemos situações de vantagem que não soubemos aproveitar. Querendo ou não, qualquer erro contra as equipes de grande nível é fatal. Mas estamos aprendendo e melhorando”.

A partida responsável por finalizar o turno foi o clássico que definiu a última edição do BR6: Team Liquid contra FaZe Clan. No mapa Consulado, o duelo começou equilibrado e permaneceu empatado até a troca de lados. Na defesa, a Cavalaria se sobressaiu e garantiu o 7 a 4. O último mapa, Clube, repetiu-se a igualdade. Após o 3 a 3 no placar, o time de Leonardo “Astro” conseguiu encaixar as estratégias e despontar no ataque para devolver o 7 a 4 e empatar o jogo. Um ponto para cada equipe na tabela. 

Para João “HSnamuringa”, da Team Liquid, a vitória no primeiro mapa foi uma surpresa, enquanto erros custaram o segundo: “O confronto de hoje foi bem disputado, era o que esperávamos. Nos surpreendemos por vencermos no Consulado, que é um mapa que a FaZe vai bem. Só que tropeçamos no Clube, vacilamos em alguns plants. Conseguíamos plantar o desativador, mas não éramos capazes de segurar a posição, ou achávamos que eles estavam perto da bomba, quando na verdade não estavam. Agora teremos a chance de arrumarmos essas coisas para o Major”.

O técnico da FaZe Clan, Matheus “Ramalho”, falou sobre o desempenho do time nos dois mapas: “No Clube, nosso ataque conseguiu encaixar algumas táticas que tínhamos planejado, soubemos trabalhar bem. Já no Consulado tivemos o velho problema da comunicação, mas estamos trabalhando para consertar isso. Agora vamos nos concentrar totalmente no Major e tentar melhorar nosso desempenho no Consulado”.
Confira os resultados da quarta semana do Brasileirão Rainbow Six Siege 2020:
Playday #13 - Quinta-feira (30/07)
Team oNe 0 x 0 MIBR
INTZ 0 x 2 Ninjas in Pyjamas
W7M Gaming 0 x 1 Team Liquid
Playday #14 - Sábado (01/08)
Black Dragons 0 x 1 FaZe Clan
FURIA Esports 0 x 2 Team oNe
Santos e-Sports 0 x 2 INTZ
Playday #15 Domingo (02/08)
Ninjas in Pyjamas 2 x 0 Black Dragons
MIBR 0 x 1 W7M Gaming
Team Liquid 1 x 1 FaZe Clan

Confira a classificação atualizada do Brasileirão Rainbow Six Siege 2020:

via Press FC