imagem via HLTV

Se a fase do MiBR anda tenebrosa após tantas derrotas para times que, na teoria, são inferiores, e a seca da line up mais vencedoras do Brasil estar há dois anos sem um título na conta, a organização da ESL soltou uma nota sobre suspensão de alguns coachs devido explorarem um bug como Espectador, podendo ver mais do que normalmente a função libera. Entre os nomes está o Dead, manager do time que vem atuando como coach nos torneios.



O bug aumentou o quanto de visão era possível obter, e isso gera uma vantagem para passar eventuais informações do mapa. Junto com Dead caíram na malha fina MechanoGun da Hard Legion e Hunden da Heroic.

As punições já foram definidas e cada coach teve punição de acordo com o quanto explorou o bug:



Por ter utilizado o bug em um round de um mapa na ESL One, a punição do Dead são 6 meses afastados do competitivo para atuar como coach. Além disso, os times perderam todo o progresso e premiação adquiridas no torneio. Apesar de inicialmente ser dito que os pontos seriam retirados, a ESL informou ao GE, segundo Roque Marques, que a retiradas dos pontos será uma decisão da Valve.



Foram analisadas mais de 1500 demos pelos árbitros Michael Slowinsk e Seteven Dudenhoeffer.

Caso seja punido o MiBR perderá 950 pontos e complicará ainda mais a já complicada chance de se classificar para o Major do Rio. Pequeno dia para o brasileirinho e vamos aguardar novidades do caso.

via ESL