Começou a segunda semana do Agosto das Popices no Play.

Abrimos o mês com o colab entre Taylor Swift e Justin Vernon em "Exile", uma música excelente. E agora vamos subir o nível que já começou alto: o colab histórico de Lady Gaga e Elton John. Foram quatro anos desde o lançamento de "Joanne", e dessa vez a cantora prometeu voltar de sola para pista de dança. O resultado foi impecável, incluindo "Sine From Above".

Comecei a ouvir Lady Gaga em 2020. Sim. Tem sido o ano de pagar as promessas musicas que eu me prometi tantas vezes. Então a Gaga resolver soltar coisa nova em 2020 foi perfeito... E no real sentido da palavra. "Chromatica" é um dos melhores lançamentos desse ano, e um dos melhores em anos, talvez décadas. É ousado, mas realista. Mais do que icônica, essa mulher é lendária.

Ele é um caso raro de "skip free": a única forma de ouvir é do começo ao fim. Quem gosta de música eletrônica e assim como eu, foi besta de nunca parar pra ouvir Lady Gaga, pode ir sem erro por aí. É um monte de mistura boa que abraça o meu eu pré-adolescente vidrado em eurodance anos 2000 e no primeiro Summer Eletrohits.

E pode preparar o lenço para "Sine From Above". Em entrevista a Apple Music, Lady Gaga falou sobre como a música fala sobre cura através da música, e como essa forma de arte foi um escape para ela em tempos de dor. Esse é o sentimento. E ela traduz isso com uma perfeição que faz você dançar e chorar ao mesmo tempo. É um som triste e esperançoso.

Sobre o Elton John, fomos tapeados. Todo mundo esperava uma balada, e a Gaga contrariou de novo as expectativas com algo ainda melhor. Parece até que o Elton John veio da música eletrônica, pois o encaixe dele aqui é sensacional, só acertos. Não por acaso que a Gaga tenha um mentor desses né.

Então é isso. Vamos de soltar o play:


Letra

When I was young, I prayed for lightning
My mother said it would come and find me
I found myself without a prayer
I lost my love and no one cared
When I was young, I prayed for lightning

Yeah, I looked with my face up to the sky
But I saw nothing there, no, no, nothing there
Yeah, I stared while my eyes filled up with tears
But there was nothing there, no, no, nothing

I heard one sine from above (oh)
I heard one sine from above (oh)
Then the signal split in two
The sound created stars like me and you
Before there was love, there was silence
I heard one sine
And it healed my heart, heard a sine

Healed my heart, heard a sine
Healed my heart, heard a sine

When I was young, I felt immortal
And not a day went by without a struggle
I lived my days just for the nights
I lost myself under the lights
When I was young, I felt immortal

Yeah, I looked with my face up to the sky
But I saw nothing there, no, no, nothing there
Yeah, I stared while my eyes filled up with tears
But there was nothing there, no, no nothing

I heard one sine from above (oh)
I heard one sine from above (oh)
Then the signal split in two
The sound created stars like me and you
Before there was love, there was silence
I heard one sine
And it healed my heart, heard a sine

Healed my heart, heard a sine
Healed my heart, heard a sine

Then the signal split in two
The sound created stars like me and you
Before there was love, there was silence
I heard one sine
And it healed my heart, heard a sine

Healed my heart
Healed my
Heart, heard a sine
Healed my
Heart, heard a sine