Mais uma vez a Sprint Challenge reservou altas emoções na noite de quarta feira. Assim como a Carrera Cup, a prova foi disputada no desafiador traçado de Spa-Francorchamps, na Bélgica.

Marcos Riffel mostrou que seria um dos destaques da etapa logo no quali quando conseguiu a pole-position por mais de 0s5 do segundo colocado, Bruno Souza. O líder do campeonato, Raphael De Leo, largou da nona colocação.

Riffel dominou a primeira bateria, venceu de ponta a ponta. Durante a prova, uma das mais belas disputas até então no campeonato, quando líder e vice-líder chegaram a andar lado a lado de forma limpa. Melhor para Marcos Riffel em cima de Bruno Souza.

Os cinco mais bem colocados da primeira bateria foram: Marcos Riffel, Bruno Souza, Raphael De Leo, Lucas Alves e Jackson Resende.

Como já é de praxe, grid invertido para a segunda bateria da noite e José Mauro largou da posição de honra.

A segunda bateria foi muito movimentada. Mauro liderava até ser tocado por Eraldo Silva e capotar. Quem assumiu a primeira posição foi Jackson Resende. O líder mantinha bem sua liderança até ver Marcos Riffel em seu retrovisor. Riffel, que havia largado de 10º lugar já figurava na vice-liderança e atacava Resende. Os dois disputaram a posição por mais de uma volta. Chegaram a ficar lado a lado em boa parte de uma das voltas finais.

Jackson segurou a primeira posição e venceu pela diferença mínima, cruzando a linha de chegada poucos metros à frente de Marcos Riffel.

A segunda bateria ficou marcada por uma big one logo nas primeiras voltas que movimentou as primeiras posições do pelotão.

O top5 da segunda largada foi: Jackson Resende, Marcos Riffel, Raphael De Leo, Clemente Júnior e Felipe Iazzetti.

O grande pontuador e também grande destaque da etapa foi Marcos Riffel. Além da pole-position ele cravou a vitória na primeira bateria e por poucos metros não venceu a segunda bateria também. Com os resultados, Riffel somou 75 pontos que o deixaram na terceira posição da classificação.

O top5 do campeonato tem: De Leo (209); Souza (184); Riffel (180); Iazzetti (170) e Silva (166).

Próximo compromisso da Porsche Esports Sprint Challenge acontece daqui a duas semanas em Silverstone.

Na semana que vem, a Carrera Cup acelera novamente para sua quinta etapa que acontece também em Silverstone.

O Porsche Esports Program Brasil é uma iniciativa da Porsche Brasil em conjunto com a Porsche Cup Brasil, com patrocínio da TAG Heuer e parceria técnica com o IRB e-Sports.

As Corridas:

Marcos Riffel dominou o quali e largou da pole-position da primeira prova da noite. Bruno Souza largou da segunda posição. Mais uma largada na primeira fila para ele. Riffel conseguiu vantagem maior do que 0s5 para o segundo colocado.

A primeira bateria começou emocionante, Riffel conseguiu largar bem e manter a primeira posição. Já na primeira curva tivemos pilotos virados de cara para o pelotão. E na Eau Rouge uma big one no meio do pelotão que prejudicou mais de cinco carros.

Ao fim da primeira volta, Riffel já mantinha diferença superior a 1s do segundo colocado.

Com cinco minutos disputados, Riffel liderava a corrida, perseguido por: Bruno Souza, Jackson Resende, Bruno Bonagura e Raphael De Leo.

Theo Manna perde posições no pelotão após abusar das zebras de Spa, o piloto caiu para a 11ª posição.

Souza e Rezende disputavam a segunda posição. Quem se beneficiou desse duelo foi o líder Marcos Riffel que abriu vantagem que girava na casa de 1s5 para os dois concorrentes mais próximos.

Eraldo Silva e Emanuel Santos, que largaram do fundo do grid, já figuravam na parte intermediaria do pelotão. Com metade da prova já percorrida, Eraldo já havia conseguido 10 posições e Emanuel 15 posições.

Com 15 minutos disputados, a briga mais intensa da corrida era pela sétima colocação. Sete pilotos apareciam com diferença de 2s entre eles. Os envolvidos eram: Carlos Amorim era o sétimo colocado no momento.

Bruno Bonagura assumiu a terceira posição que pertencia a Jackson Resende. Bonagura abriria caça ao segundo colocado Bruno Souza.

Raphael De Leo também ultrapassou Resende para assumir a quarta posição.

Bruno Souza mergulhou para tentar tomar a primeira posição. Riffel e Souza andaram lado a lado por praticamente uma volta completa. Riffel conseguiu manter a posição.

A disputa entre os líderes foi ótima para Bonagura que conseguiu tirar 2s para Bruno Souza.

Bonagura e De Leo andavam muito próximos na última volta da primeira bateria da noite. De Leo assumiu a terceira posição nos últimos metros para fechar a primeira bateria no pódio.

Marcos Riffel venceu a primeira bateria com Bruno Souza em segundo. Raphael de Leo completou o pódio.

Riffel foi o primeiro piloto a vencer mais de uma bateria no campeonato até então.

Com a inversão de grid, quem largou da posição de honra na segunda bateria foi José Mauro.

Largada segura na segunda bateria. José Mauro manteve a primeira posição. Eraldo Silva mergulhou bem para assumir a segunda posição na primeira curva.

Eraldo Silva mergulhou para a primeira posição e encontrou José Mauro. O líder capotou e Eraldo perdeu diversas posições. Jackson Resende se beneficiou e assumiu a liderança da prova.

Com cinco minutos de prova, Jackson Resende liderava a prova. Clemente Júnior era segundo, Raphael De Leo, Marcos Riffel e Emanuel Santos completavam o top5 naquele momento.

Marcos Riffel pulou para a segunda colocação e abriu caça ao líder Jackson Resende.

Raphael De Leo também ultrapassa Clemente Júnior e assume a terceira posição.

Emanuel Santos, Diego Carmo e Felipe Iazzetti disputavam a quinta colocação com 10 minutos passados da bateria final da noite. O principal beneficiado dessa disputa foi o quarto colocado, Clemente Júnior, que abria vantagem da briga.

A disputa pela quinta posição seguia sendo a mais emocionante da corrida. Iazzetti assumiu a sexta posição de Bruno Bonagura depois de bela manobra.

O líder, Jackson Resende já abria vantagem de mais de 1s para o segundo colocado.

Dois giros depois, Marcos Riffel chegou no líder e abriu disputa pela primeira colocação da prova.

Riffel seguia andando muito perto de Resende. O segundo colocado esperava o momento exato para concretizar a manobra e assumir a dianteira do pelotão.

Jackson Resende abriu a última volta com Riffel emparelhado. Na primeira curva, Riffel passou um pouco da freada e deu certa folga ao líder.

Jackson Resende vence a segunda bateria com Marcos Riffel colado em sua traseira. Fecharam o top5: Raphael De Leo, Clemente Júnior e Felipe Iazzetti.

O que eles disseram:

“Consegui andar bem na primeira corrida, mas infelizmente tive que pagar um drive thru por conta de um toque. Na segunda me livrei bem da confusão e achei que tivesse vida confortável, mas o Riffel apertou e me fez brigar cada metro por essa vitória.”

Jackson Resende

“Que prova! Consegui mais um bom quali e larguei da primeira fila. Queria parabenizar o Riffel pela volta voadora. Consegui um bom resultado pro campeonato. Em alguns momentos fiquei lado a lado com o Riffel e fizemos uma disputa muito limpa durante a primeira prova. Na segunda infelizmente danifiquei um pouco o carro, mas consegui segurar um p9 ainda”

Bruno Souza

“Estou muito feliz. Mais uma vez atingi meu objetivo de manter a liderança da competição. Me qualifiquei mal para a primeira corrida, não consegui me adaptar a pista e andar no ritmo dos dois líderes. Consegui me manter na disputa e fechar em P3. Comemorei muito a posição. Na segunda corrida tive essa mesma mentalidade de conseguir bons pontos para o campeonato. Mantive meu ritmo até o final e consegui dois P3.”

Raphael De Leo

“Quero parabenizar o Bruno Souza pela bela disputa que tivemos na primeira corrida. Foi uma prova que podemos andar lado a lado de forma limpa. O upgrade do equipamento deu um bom resultado. Consegui encaixar a volta rápida logo na primeira tentativa. Torci para o Jackson atacar o Bruno e eu ter um pouco de liberdade na liderança. Na segunda consegui uma boa prova. Cheguei na segunda posição e tentei abrir a disputa pela liderança, mas o Jackson defendeu muito bem e terminou na minha frente. Objetivo é chegar vivo na última etapa para poder ter chances de ser campeão.”

Marcos Riffel.


Resultados:

Corrida 1:

  1. Marcos Riffel
  2. Bruno Souza
  3. Raphael De Leo
  4. Lucas Alves
  5. Jackson Resende
  6. Theo Manna
  7. Carlos Amorim
  8. Eraldo Silva
  9. Clemente Júnior
  10. José Mauro

Corrida 2:

  1. Jackson Resende
  2. Marcos Riffel
  3. Raphael De Leo
  4. Clemente Júnior
  5. Felipe Iazzetti
  6. Diego Carmo
  7. Lucas Trindade
  8. Felipe Rezende
  9. Bruno Souza
  10. Emanuel Santos

Campeonato (top10):

  1. Raphael De Leo – 209 pontos
  2. Bruno Souza – 184
  3. Marcos Riffel – 180
  4. Felipe Iazzetti – 170
  5. Eraldo Silva – 166
  6. Bruno Bonagura – 161
  7. Carlos Amorim – 129
  8. Lucas Freitas – 116
  9. Rogério Neto – 113
  10. Lucas Trindade – 112