A Disney anunciou que o live-action de Mulan estreará diretamente no serviço de streaming Disney+, em 4 de setembro, mas terá exibições em algumas salas de cinema em lugares que não terão acesso ao serviço, no mesmo dia. Até o momento, o valor de assinatura do serviço de streaming foi anunciado custando US$ 29.99, cerca de R$ 158, conforme a cotação do dia.

Mulan chegará ao público após diversos problemas, causados principalmente por conta da pandemia mundial de covid-19. Originalmente, o filme estrearia em 27 de março, mas foi adiado para  24 de julho e depois para 21 de agosto. O filme chegou até a ser removido do calendário da companhia por conta da dificuldade de definir quando e como seria lançado.

Até o momento, Mulan estará disponível pela Disney+ para Estados Unidos, Canadá, Nova Zelandia, Austrália e alguns países do leste europeu.


Outro filme da Disney que também sofreu por conta da pandemia e saiu diretamente pelo streaming foi Artemis Fowl: O Mundo Secreto. Originalmente teve problemas de atraso e foi reagendado de agosto de 2019 para março de 2020, em meio a pandemia de covid-19, e acabou novamente sofrendo mudança na data, sendo lançado diretamente para o streaming em 12 de julho deste ano.

Um caso parecido ocorreu com Dois Irmãos: Uma Jornada Fantástica, que chegou a estrear nos cinemas, no início de março, mas por conta do fechamento das salas de cinema, teve sua chegada aos streamings adiantada, em 10 de maio.