Sair da zona de conforto é um dos grandes exercícios de autoconhecimento, e isso é muito presente em “Horizonte Azul – a arte do amor”, livro escrito por Natalia Moreno recentemente lançado pelo Grupo Editorial Coerência. Retirando a protagonista da cidade grande e levando para a vida no campo, a história tem muito o que nos ensinar sobre a vida e a arte da pintura.

Inspirada nas lembranças de sua infância e na necessidade de mostrar que precisamos correr atrás dos nossos sonhos mesmo ninguém acreditando nele, a escritora traz um romance como pano de fundo e levanta questões interessante dentro da narrativa, incluindo a importância do amor-próprio e pelo outro: “Dificuldades sempre existirão e elas não podem ser barreiras. Antonella é uma personagem que cresce no decorrer da história e passa a ser mais dona de si.”, disse em entrevista.

Devido as prevenções adotadas para não propagar o novo coronavírus, Natalia Moreno optou por realizar o lançamento de “Horizonte Azul – a arte do amor” em formato virtual. Ela gravou um vídeo que foi publicado nas mídias sociais anunciando as vendas dos exemplares. A escritora afirma que após a pandemia pretende realizar um evento presencial envolvendo o livro.

“Horizonte Azul – a arte do amor” narra a história de Antonella Collins, uma jovem mimada e beneficiada pela cidade grande mudando de vida após uma visita na fazenda do seu avô doente. Transitando entre drama e romance, a narrativa se propõe a apresentar uma história recheada de superação, perdão e autoconhecimento. Os livros já estão sendo vendidos no site do Grupo Editorial Coerência.


Sobre o livro

Após uma infância cercada de luxo, Antonella Collins se torna uma jovem que sabe aproveitar a vida com todo o conforto que a cidade grande e o dinheiro podem proporcionar. Herdeira de uma rede hoteleira e sem grandes preocupações com o futuro, abre mão do sonho de se tornar artista e concorda com um casamento arranjado que beneficiará os negócios da família.

No entanto, alguns planos são traçados sem seu conhecimento e o que era para ser uma visita ao avô doente passa a ser o seu maior pesadelo: a jovem percebe que terá de abandonar sua rotina para viver em um lugar cheio de bichos e pessoas simples. Diante de um cenário diferente, a vontade de pintar e o despertar de um novo amor a colocam diante do dilema: qual é o limite entre o dinheiro e o amor, a fama e a inspiração?

Sobre a autora


Natalia Moreno, nasceu em Porto Feliz, interior de São Paulo. Formada em Letras e Pós-graduada em Literatura Inglesa e Cultura e Literatura (foco em lit. indígena e africana) é professora de língua portuguesa e literatura, palestrante em escolas sobre a importância da leitura na formação profissional e individual.

Autora dos livros Quando eu me Amar, Do Caos à Esperança, Marcas da Vida, Depois da Tempestade, Destino Traçado e Horizonte Azul – a arte do amor.


Rede social
Instagram: @moreno_nath