A Netflix confirmou hoje (27) que está, de fato, trabalhando em uma série live action de Resident Evil. Andrew Dabb ( Supernatural ) atua como showrunner, enquanto Bronwen Hughes ( The Walking Dead ) dirigirá e produzirá os dois primeiros episódios, dos quais serão oito no total. Além disso, a Netflix revelou os primeiros detalhes do enredo da série - e ela apresentará dois cronogramas diferentes.

"Resident Evil é meu jogo favorito de todos os tempos", diz Andrew Dabb, showrunner/produtor executivo/escritor de Resident Evil na Netflix. "Estou extremamente animado para contar um novo capítulo nesta história incrível e trazer a primeira série de Resident Evil para assinantes da Netflix ao redor do mundo. Para cada tipo de fã de Resident Evil, incluindo aqueles que se juntam a nós pela primeira vez, a série será completa com muitos velhos amigos e algumas coisas (coisas loucas e sanguinárias) que as pessoas nunca viram antes. "



Aqui está o enredo da próxima série, de acordo com o comunicado à imprensa:

"Na primeira linha do tempo, as irmãs Jade e Billie Wesker, de quatorze anos, são transferidas para New Raccoon City. Uma cidade industrial fabricada, imposta a elas logo quando a adolescência está em pleno andamento. Mas quanto mais tempo elas passam lá, mais elas percebem que a cidade é mais do que parece e seu pai pode estar escondendo segredos sombrios. Segredos que podem destruir o mundo."

"Corte para a segunda linha do tempo, bem mais de uma década no futuro: há menos de quinze milhões de pessoas restantes na Terra. E mais de seis bilhões de monstros - pessoas e animais infectados com o T-Virus. Jade, agora com trinta anos, luta para sobreviver neste Novo Mundo, enquanto os segredos de seu passado - sobre sua irmã, seu pai e ela - continuam a assombrá-la."


Resident Evil, a série Netflix, ainda não tem uma data de lançamento anunciada. Sabe-se que será composto por oito episódios de uma hora. Além disso, Robert Kulzer e Oliver Berben da Constantin Film e Mary Leah Sutton serão os produtores executivos. O CEO da Constant Film, Martin Moszkowicz, também atua como produtor. 

via CB