A Comissão de Integridade do Esports (ESIC no original) divulgou nessa segunda (28) a primeira leva de punições da "Caça Cypher", nome singelamente adotado por nós para o caso do "Bug do Espctador" no qual os treinadores, na função de espectador, estavam com movimentos extra na câmera e em muitas vezes, até conseguindo pontos dos quais não conseguiriam ter acesso visual.
Previamente sabíamos que Ricardo "dead" Signaglia e Nicholas "Guerri" Nogueira já estavam na lista, e agora, sabemos ao todo na primeira leva são oito brasileiros envolvidos com outro nome de destaque do cenário na lista: Alessandro "Apoka" Marcucci treinador da Boom.

Os julgamentos levaram em conta diversos fatores e a colaboração dos envolvidos, com isso, algumas penas foram reduzidas. Confira abaixo os critérios e os 37 envolvidos na primeira leva de punições:

Imagem via HLTV
Imagem HLTV

  • Confissão antes do anúncio da investigação - redução de 40% no período de proibição
  • Confissão aceita na íntegra - redução de 25% no período de proibição
  • Confissão aceita parcialmente - redução de 12,5% no período de proibição
  • Assistência na investigação - redução de 20% no período de proibição

Nome (total de casos) - Pena (redução de pena)
  • Slaava "⁠Twista⁠" Räsänen (2 casos) - 15,75 meses (concessões de 12,50%)
  • Peter "⁠casle⁠" Sørensen (2) - 10 meses (0%)
  • Rodrigo "⁠dinamo⁠" Haro (2) - 10 meses ( 0%)
  • Arno "⁠ArnoZ1K4⁠" Junior (1) - 10 meses (0%)
  • Allan "⁠Rejin⁠" Petersen (7) - 19,8 meses (45%)
  • Eliomar "glou" Hernandez (2) - 10 meses (0 %)
  • Arthur "⁠prd⁠" Resende (5) - 10 meses (0%)
  • Alexey "⁠NooK⁠" Kozlovskiy (1) - 7.5 meses (25%)
  • Henrique "⁠rikz⁠" Waku(1) - 10 meses (0%)
  • Alessandro "⁠Apoka⁠" Marcucci (6) - 5,4 meses (85%)
  • Aleksandr "⁠zoneR⁠" Bogatiryev (16) - 36 meses (0%)
  • Germán "hellpa" Morath ( 2) - 10 meses (0%)
  • Egor "fuRy^" Morin (1) - 7,5 meses (25%)
  • Aset "⁠Solaar⁠" Sembiyev (2) - 10 meses (0%)
  • Nicolai "⁠HUNDEN⁠" Petersen ( 2) - 8 meses (20%)
  • Ricardo "⁠dead⁠" Sinigaglia (5) - 6,5 meses (35%)
  • Nicholas "⁠guerri⁠" Nogueira (2) - 4 meses (60%)
  • Faruk "⁠pita⁠"Pita (2) - 10 meses (0%)
  • Erik "⁠AKIMOV⁠" Akimov (1) - 7,5 meses (25%)
  • Ivan "⁠F_1N⁠" Kochugov (6) - 8,75 meses (12,50%)
  • Bruno "⁠ellllll" Ono (3) - 10 meses (0%)
  • Pedro "peu⁠" Lopes (2) - 5 meses (0%)
  • Robert "⁠RobbaN" Dahlström (1) - 5,5 meses (45%)
  • Mariusz "⁠Loord" Cybulski (2) - 6 meses (40%)
  • Anton "ToH1o⁠" Georgiev (2) - 10 meses (0%)
  • Andrey " ⁠Andi⁠ "Prokhorov (1) - 10 meses (0%)
  • Milão"⁠Pepik⁠" Gellebra (1) - 10 meses (0%)
  • Morgan "⁠B1GGY⁠" Madour (3) - 7,5 meses (25%)
  • Christian "⁠chrille⁠" Lindberg (2) - 10 meses (0%)
  • Sergey "⁠starix⁠" Ischuk (1) - 10 meses (0%)
  • Alexander "⁠ave⁠" Holdt (1) - 6 meses (40%)
  • Jasmeet "⁠RoSeY⁠" Gill (1) - 10 meses (0% )
  • Sergey "⁠lmbt⁠" Bezhanov (3) - 7,5 meses (25%)
  • Henrik "⁠FeTiSh⁠" Christensen (1) - 3,75 meses (25%)
  • Mikołaj "⁠miNirox⁠" Michałków(1) - 3,75 meses (25%)
  • Nikolay "⁠pNshr⁠" Paunin (1) - 3,75 meses (25%)
  • Casper "⁠ruggah⁠" Devido (1) - 3,75 meses (25%)

Durante as proibições, os treinadores não poderão estar fisicamente presentes no ambiente da equipe 15 minutos antes do início da partida até o final e não poderão se comunicar, ativa ou passivamente, com os jogadores pelo mesmo período de tempo. Eles não serão permitidos dentro do servidor de jogo durante as partidas oficiais e não participarão do veto do mapa ou se comunicarão com a equipe durante este processo.

Tanto Guerri quanto Apoka já se pronunciaram e seguirão cumprindo suas punições. A ironia é ambos terem vencido a ESL no domingo, e acordar na segunda com a punição.

via HLTV