Após 17 meses de muita pesquisa e planejamento, João Peçanha anunciou Matumaini, uma duologia composta por “Os cadernos de Pietene” e “As três joias da liberdade”.

No primeiro livro, uma mãe luta pela vida de seus dois filhos, porém, pressionada por um tirano que a assedia, precisa escolher qual deles irá morrer. Já no segundo, os leitores podem aguardar um inimigo inacessível que pode colocar em risco — ou não — a liberdade duramente alcançada em Matumaini. Em entrevista, o autor afirma que buscou entregar todos os elementos de uma distopia e, além disso, se propôs a levantar assuntos interessantes, como o dos refugiados, da luta contra as tiranias, da maternidade, da justiça e da liberdade.

A duologia será lançada em breve pelo Grupo Editorial Coerência.