Começamos setembro. Finalmente o agosto da depressão passou.

Eu pensei bastante sobre o tema do mês, até que veio uma ideia bem boa. Faz tempo que eu sinto uma saudade enorme da gente conversar, sabe? Abrir o coração das nerdices, contar como que vai a vida com uma desculpa musical. Por isso teremos o Setembro do Abraço™, começando ao som de "How's the Heart" do Nightwish.

(Abraço musical, viu? Continue mantendo a quarentena e o distanciamento)

A história de como eu conheci, odiei e fiz as pazes com a banda rendeu um texto interessante. Some a isso o fato que eles lançaram coisa nova esse ano, e o "Human. :||: Nature. é bom. Digo até um dos lançamentos mais legais do metal em 2020. Então como é ano de pandemia, quarentena, cada vez mais brigas e gente parando de se falar por coisas absurdas... Tá todo mundo esquecendo de um lance importantíssimo: perguntar "e aí, como que tá o seu coração"?

E faz uma diferença absurda quando alguém diz essas palavrinhas mágicas. De um jeito enorme. 

Da primeira vez que eu ouvi "How's the Heart?", foi um choque. É um milagre o Tuomas não compor uma letra sobre ele mesmo, o eterno narcisista safado. E a música caiu na minha vida na hora exata, e isso deu uma emocionada forte. O Nightwish sempre foi uma banda de som acessível, mas essa é uma das músicas mais fáceis de até uma pessoa que não curte metal, ouvir e gostar.

Motivo? É uma pseudo balada carregada por um baixo gostoso demais de ouvir. A música tem umas orquestrações bem leves, um tempero bem-vindo. Vi uma galera falando mal dos back vocals desse álbum, mas eu gostei. Principalmente os dessa faixa. E o que dizer da grande estrela? A Floor é impecável do início ao fim da música. Afinada, com sentimento. Do jeito que o povo gosta e espera.

O ano de pandemia mostrou o melhor e o pior em todo mundo - um pior realmente pesado. A gente não sabe mais gostar por amor. É sempre por alguma forma de elitismo: pagar crítico, descolado, de super entendido/nerd. Morreu a ideia de pensar no outro como um ser humano, agora todo mundo só pensa em socar a cara - com palavras ou na base do murro mesmo.

Nunca eu me senti tão confusa, às vezes até sozinha. Eu tô aprendendo um monte de como não quero tratar as pessoas offline e online, no que eu não quero transformar esse site. Tempos estranhos, viu. O que não muda, é aquilo: seguimos com música boa, porque eu não dou dica errada.

Como sempre, vou fazer o que eu faço quando não paro de falar sobre um som que eu gosto. Fica a versão original, e um acústico. Sem surpresa, nesse acústico a voz da Floor pega o fundo da sua alma, torce e dá um nó de gravata. Perfeito.




Letra

We see a mother with no child
We meet a stranger poor, exiled
How’s the heart while it still beats?
Asks a no-one
Another John Doe

Sorrow hides well in your shell
A fellow man with hurt to spare
Dear one
Here I am to share the fear
An act of kindness
Without an amen

How’s the heart
Underneath the silence?
How’s the one
Drowning in the mire?
Let us sound a human paean
Come in, the fire’s warm
Burn the rope and dance some more

We met where the cliff greets the sea
Shared a story, took the leap
Rose up rooted, hid a note
You know where
You’ve been there

Now there’s one who came from me
A child of light, another tale
Dear one
Night will come but not to stay
Why?
The answer’s in the

How’s the heart
Underneath the silence?
How’s the one
Drowning in the mire?
Let us sound a human paean
Come in, the fire’s warm
Burn the rope and dance some more

Fair winds my love
Fly towards the calm
Fly utterly lost
Towards a beating heart

How is that heart
Underneath the silence?
How is the one
Drowning in the mire?
Let us sound a human paean
Come on in, the fire’s warm

How is that heart
Underneath the silence?
How is the one
Drowning in the mire?
Let us sound a human paean
Come on in, the fire’s warm

How is that heart
Underneath the silence?
How is the one
Drowning in the mire?
Let us sound a human paean
Come on in

How is that heart
Underneath the silence?
How is the one
Drowning in the mire?
Let us sound a human paean
Come on in, the fire’s warm
Dull the blade and dance some more

How is that heart
How is the one
Drowning in the mire?
Let us sound a human paean
Come on in, the fire’s warm
Dull the blade and dance some more

How is that heart
Underneath the silence?
How is the one
Drowning in the mire?
Let us sound a human paean
Come in, the fire’s warm
Dull the blade and dance some more