Naquela correlação de Setembro Amarelo e #nofapsetember chegamos a mais uma sexta pra embalar a noite dos privilegiados, afinal, por mais que esteja em um momento de várzea ainda estamos na quarentena de uma pandemia e nem todo mundo tem uma companhia. Quem arranjou uma na quarentena, bem..., não respeitou a quarentena #pas. Falando isso após essa e essa música, hoje é a vez do Skid Row embalar a foda o sextou!

Lenda do hard rock

O Skid Row nasceu em 1986 na Nova Jersey mas foi de 1987 com a formação que o mundo conhece que eles foram conquistando sua fama e lançaram os grandes álbuns "Skid Row" e "Slave to the Grind". Com Sebastian Bach (vocal), Dave "The Snake" Sabo (guitarra), Scott Hill (guitarra), Rachael Bolan (baixo) e Rob Affuso (bateria).

Se o primeiro álbum levou o Skid Row a uma fama absurda embalados por músicas como "I Remember You", "18 and Life" e "Youth Gone Wild", o segundo álbum tinha o famoso peso de se manter no mesmo patamar ou superar.

Quando "Slave to the Grind" foi lançado o repertório do álbum veio pesado com músicas como "In a Darkned Room", "Wasted Time", "Quicksand Jesus" e "Monkey Bussiness" puxaram forte o álbum, e no Brasil, "Wasted Time" foi forte por um bom tempo como top 1 nas paradas.

No quarto escuro ( ͡° ͜ʖ ͡°)

Por mais que a letra não seja diretamente para isso, mas algumas partes despertam o ( ͡° ͜ʖ ͡°) em quem ouve, "In a Darkned Room" em algum momento foi testada, sugerida aleatoriamente, sugerida por quem descobriu, que era boa para uma playlist dedicada a hora do sexo, ou dependendo se as palavras são pesadas para você: ato coito.

Assim como as outras músicas ela é boa n momentos mas em caso de testar e aprovar, de nada!

Letra

In a darkened room
Beyond the reach of God's faith
Lies the wounded, the shattered remains of love betrayed
And the innocence of a child is bought and sold
In the name of the damned
The rage of the angels left silent and cold
Forgive me please for I know not what I do
How can I keep inside the hurt I know is true

Well tell me when a kiss of love becomes a lie
That bears the scar of sin too deep
To hide behind this fear of running unto you
Please let there be light
In a darkened room

All the precious times have been put to rest again
And the smile of the dawn
Brings tainted lust singing my requiem
Can I face the day when I'm tortured in my trust
And watch it crystallize
While my salvation it crumbles to dust

Why can't I steer the ship before it hits the storm
I've fallen to the sea but still I swim for shore

Tell me when a kiss of love becomes a lie
That bears the scar of sin too deep
To hide behind this fear of running unto you
Please let there be light
In a darkened room