Há oito anos a série de filmes Resident Evil anunciava que ia terminar com seis filmes, no entanto, quando o quinto filme, Resident Evil 5 - Retribuição, estava em sua campanha e chegada ao cinema, o sentimento era dividido se de fato, os produtores cumpririam a história que se propuseram a contar em seis filmes. Será que de fato ele foi o prelúdio do filme, e mais do que isso, um bom filme na saga? Vamos recordar.

Sinopse

O vírus mortal T, desenvolvido pela Umbrella Corporation, continua dizimando o planeta Terra, e transformando a população global em legiões de mortos-vivos comedores de carne. A única e última esperança da raça humana, Alice, desperta no centro de operações clandestinas da Umbrella, e descobre mais segredos do seu passado misterioso conforme se aprofunda no complexo.

O mundo mudou demais


O filme ele começa dando sequência aos acontecimentos de "Resident Evil 4 - Recomeço", e em breve os demais filmes ganharão resenha/baú no site confia, e vemos que as mudanças na vida da Alice continuam. Vemos que ela agora está vivendo uma vida normal após tanto tempo sofrendo em tantas lutas insanas contra a Umbrella e seus novos experimentos.

Agora uma mãe de família e casada com Todd, toda a paz que aparentemente poderia vir para sua vida acaba e vemos sua vida sofrer um momento ala "Eu sou a Lenda" com sua casa sendo atacada. Ela tenta salvar sua filha após seu marido se tornar um zumbi.

Vemos da pior forma possível, e pode ser que alguns haters da Alice podem ter tido alguma empatia por ela nessa cena. Alice se vê mais uma vez pressa a Umbrella e se dá conta que participou do novo experimento da empresa que simula ambientes extremamente realista para testar suas cobaias "Alice" de curta vida.

O mundo dá voltas


Realmente tudo que vimos anteriormente na saga toma uma virada bem inusitada nessa sequência. Como Alice pode se livrar do ciclo de simulações da Umbrella e sobreviver sem seus poderes? Sua experiência em combate e sobrevivência ainda contam e muito no seu momento atual.

Surpreendendo a todos, a forma que ela tem de fugir da Umbrella, e enfim, vermos mais sobre os planos atuais da empresa e como ela pode ser detida vem de um velho conhecido de todos: Albert Wesker. Sim, eu sei o que você pensou mas o filme explica!

Junto com ele e como é de praxe vemos outros personagens dos games dando as caras, ou retornando, e vemos Ada Wong, Leon, Jill Valentine e mais alguns que podem ser muitos, ou não. A força tarefa mais uma vez mais tentar livrar o que resta da humanidade das mãos dos experimentos da Umbrella, e finalmente, a paz reinar. Mas sabemos que o sexto filme existiu.

O lado bom da Retribuição

Resident Evil foi uma saga que sofreu com todos os tipos de comentários possíveis pela turma dos games. Depois de assistir ao primeiro filme se alguém ainda esperava que, repentinamente, as coisas poderiam mudar para seguir mais coisas dos jogos nos filmes, do que vimos... Bem, é "tá na Disney" que se fala?

Sim os filmes utilizam personagens dos games, utiliza diversos elementos que foram aparecendo ao longo da série e adapta ao enredo como um bom exemplo as mudanças que a Jill Valentine sofre ao decorrer dos jogos, aparecem no filme mas do modo do filme.



A ideia da Alice ser um personagem na história que nos representa, na perspectiva de estar dentro dessa loucura, ela foi boa. O problema foi como essa execução foi sendo realizado demonstrando que mesmo com tantas boas cenas de ação, por diversas vezes a história não acompanhava tão bem.

Por outro lado a atmosfera de um mundo ferrado por um vírus é bem retratada, e, se você assistiu aos quatro anteriores e ficou meio na dúvida quanto a completar a saga, a boa notícia existe: Resident Evil 5 consegue trabalhar melhor sua história e prepara bem o terreno pra Resident Evil 6 - O Capítulo Final.

Se você assistir aos filmes sem esperar muita "gamificação" nele, a série é uma boa opção e que melhora na reta final quando Paul W. S. Anderson enfim sabe o que quer com a Alice na trama. Uma das coisas que atrapalhavam ao longo da série era o fato dela se tornar rapidamente muito overpower, as vezes deixava um ar meio Deus Ex Machina.

De forma resumida um Deus Ex Machina é um recurso narrativa que resolve a situação de forma muito "magica" quando tudo indicava seri impossível. Imagine que Alice está lutando contra o Tyrant no deserto e quando tudo indicava que ela ia morrer, do nada, aparece o Nemesis, a salva, dá um sinal do Ronaldinho e sai fora. É nessa pegada a ideia.


Falar sobre a saga cinematográfica de Resident Evil é algo que planejo e em algum momento, com ou sem pandemia, com ou sem vírus da Umbrella, ela nascerá confia, vai dar bom.

Elenco: Milla Jovovich, Sienna Guillory, Colin Salmon, Li BingBing, Michelle Rodriguez
Direção: Paul W.S. Anderson
Gênero: Terror
Duração: 97 min.
Distribuidora: Columbia Tristar
Classificação: 16 Anos

Resident Evil 5 - Retribuição está disponível via streamig no Looke.