A Rolling Stone divulgou nesta terça-feira (22) uma de suas listas mais icônicas - os 500 maiores álbuns de todos os tempos. Publicada anteriormente em 2012 e 2003, a nova lista traz 154 nomes inéditos, os quais não apareceram em nenhuma das publicações anteriores. O top 10 tem nomes de peso como Lauryn Hill (10º), Bob Dylan (9º), Prince (8º), Fleetwood Mac (7º), Nirvana (6º), Beatles (5º), Stevie Wonder (4º), Joni Mitchell (3º), The Beach Boys (2º) e Marvin Gaye (1º).

Para quem diz que o pop morreu, a lista mostra o contrário. Nomes clássicos como Michael Jackson, Madonna, The Police e Whitney Houston, marcam presença. Mas o pop meia idade bate cartão com Beyoncé ("Beyoncé" e "Lemonade"), Adele ("21"), Rihanna ("Anti") e Lana Del Rey ("Norman Fucking Rockwell!"). A nova geração também mandou alô com Billie Eilish ("When We All Fall Asleep, Where Do We Go?") e Taylor Swift ("Red" e "1989").

Os fãs de rock e heavy metal estão igualmente bem representados. A velha guarda do rock aparece com The Who, que emplacou quatro álbuns - incluindo os clássicos "Who's Next" e "Tommy". "Sticky Fingers" é um dos seis álbuns de Mick Jagger & cia que apareceram, enquanto Metallica vem com "Master of Puppets" e o Black Album. Quer Black Sabbath? Tá tendo: "Paranoid", "Master of Reality" e "Master of Reality" entraram na lista.

Para quem prefere um bom hard rock, temos Kiss ("Alive!"), Aerosmith ("Rocks") e Van Halen ("Van Halen"). Outros nomes de destaque são Yes ("Close to the Edge"), Queen ("A Night at the Opera") e Pink Floyd, que não deixaria de emplacar "Dark Side of the Moon" entre os quatro álbuns listados.

Bateu a curiosidade? Clique aqui e dê uma espiadinha na lista completa. Os editores da Rolling Stone comentaram cada álbum, então é certo que você vai descobrir fatos interessantes, lembrar alguns plays que tinha esquecido, e por que não? Descobrir dois ou três álbuns para ouvir.