A realidade ficou um pouco mais estranha no domingo (21), com a Disney finalmente liberando a primeira espiadinha em WandaVision. Recentemente, a série teve a estreia no Disney+ confirmada para 2020, embora siga sem data exata. Ainda assim, é extremamente promissora! Estrelada por Elizabeth Olsen e Paul Bettany, WandaVision promete ser um sitcom estranho, situado num mundo onde o Visão não morreu, e vive com a Wanda como um casal recém-casado tranquilo de subúrbio. O que nós achamos do trailer?

Ele é incrível.



Dá para confiar na Marvel?


Como produtora de entretenimento, a Marvel Studios é muito boa. Impecável? Não. Ainda assim eu tenho dificuldade em entrar nas mesmas hypes da galera vai. A trava aumenta ainda mais quando a gente fala de Marvel TV, que gerou uma coleção de traumas em mim, numerados de 0 a 100. (Olá, Agents of Shield). Já WandaVision tem passado desde o anúncio o sentimento de tão deixando a gente sonhar. E os motivos são bem interessantes.

O que mais me empolga


Imagino que a série vá se alternar entre imagens coloridas (technicolor?) e sépia, e esse detalhe me empolga. Eu adoro produções de época, pois acho incrível o desafio de recriar uma era já passada - é tipo abrir uma fenda temporal, sabe? Por isso eu sou viúva de Agent Carter, e tenho o pé atrás com a Marvel TV.

WandaVision tem um "problema", entretanto. No primeiro trailer apareceu tanta referência bem feita a sitcoms clássicos, que ficou impossível ignorar. A minha favorita é o Visão balançando o nariz ao estilo Feiticeira, para se transformar em humano. 

Sobre o nosso casal


Eu não adoro o Visão, mas o sotaque britânico do Paul Bettany. Dá um ar bacana a um personagem. Ele não sabe exatamente como funcionam os sentimentos humanos, mas criou interesse por eles. Isso abre um espaço gigante pra todo tipo de bizarrice tempo/espaço/realidade.

Obviamente eu gosto bastante da Elizabeth Olsen. É uma boa atriz com uma ótima personagem em mãos, que até brilhou bem no MCU. Plus: as irmãs dela estrelaram em Três é Demais, um dos sitcoms referenciados no trailer de WandaVision. Dá um sentimento engraçado de "tudo em casa", sabe?

Pequenos gigantes detalhes


Com a pandemia tendo virado a Fase 4 ao avesso, a gente ainda não sabe direito qual é o grau de ligação entre filmes e séries. Ou mesmo se ele existe. Difícil é dizer que não, pois aparece a Monica Rambeau adulta - que apareceu criança em Capitã Marvel. Ok, WandaVision é um projeto chefiado pelo Kevin Feige. Mas ainda assim, você vai levar um monte de coisa de uma mídia para outra.

Como que vai sair isso? Por não ter dedo do Jeph Loeb, esse #descubra já me deixa mais curiosa do que preocupada.

Bora?


WandaVision promete (fonte: vozes da minha cabeça) um mix de mistério, tensão, bizarro, e o tipo de humor que eu mais gosto: absurdo. Desses que você ri porque encaixaram uma piada num momento absurdo, e ficou bom. Tenho medo de me empolgar com qualquer coisa da Marvel? Tenho. Mas cá estamos: WandaVision estreia em 2020, em data ainda não confirmada, e eu tô animadona.

(Corre uma conversa que pode ser em novembro. Você segue de olho daí, e eu daqui)