A geração que cresceu durante os anos 1990 presenciou e foi literalmente os maiores testadores do que veio a ser o "metroidvania", os games de progressão baseado na exploração de áreas em direções opostas para abrir seu caminho com aquele toque de RPG, especialmente marcado pelo Castlevania Symphony of the Night. Para quem queria viver uma atmosfera similar com um pouco mais do lado sombrio, conheça Vigil: The Longest Night.

Sobre o game

Criado pelo estúdio Glass Heart Games de Taiwan, Vigil The Lngest Night já começa chamando a atenção por sua arte visual peculiar e que nos lembra um pouco alguns RPGs do passado com sua arte mostrando inspiração em pinturas medievais. Isso é claramente notado em meio ao jogo e fica ainda nítido nos momentos de interação realçando a arte visual de Leila.

Apesar de podermos facilmente nos lembrarmos do Castlevania pelo seu estilo de jogo Vigil se diferencia trazendo um pouco mais o lado sombrio na narrativa e no visual do game. Isso se deve ao outro ponto da produção do game ter utilizado contos locais de Taiwan para se inspirar, além de também ter seu mergulho de inspiração em Lovecraft e sim, ele mesmo, pai do Cthulhu.

Explorando nossa cidade natal

O "Noite mais longa" não está de enfeite no título do game e ao começarmos nossa aventura e formos explorando, notaremos que a noite se torna um elemento muito presente na nossa jornada. Assumimos o controle de Leila, uma vigilante que retorna para sua cidade natal em busca da sua irmã e acaba se deparando com diversos tipos de criaturas sombrias.

Leila poderá usar até quatro armas diferentes para lutar e cada uma gera uma árvore de habilidades dedicada sendo as opções espadas, armas pesadas, adaga gêmeas e arco. Além das armas ainda temos a árvore de habilidade para aprimorar Leila para ter mais vida, recuperar mais rápido seu vigor de combate e mais.

Em combate Leila terá ataque leve, ataque pesado, pulo e esquiva, que aliás, será uma das habilidades que você sentirá logo no primeiro boss como ela é importante para seguir no game. No início do game essas noções de sobrevivência podem vim doloridas e te criar um senso de farmar níveis antes de encarar e prosseguir esse momento.

A noite mais longa


Se você é um fãs dos metroidvanias e teve contato com Metroid ou Castlevania, Vigil The Longest Night é uma opção interessante com elementos do gênero além de mergulhar mais na história do game para nos envolver na busca de Leila com rumos surpreendentes conforme nossos avanços e realizações.

Vigil: The Longest Night está disponível para PlayStation 4, Xbox One, Nintendo Switch, PC Windows e Linux.

A versão testada foi via Steam