A Team oNe deu um importante passo para encerrar a primeira fase do Brasileirão Rainbow Six Siege 2020 na liderança. Nesta quinta-feira (15), a equipe conseguiu três pontos importantes ao superar o MIBR e ainda viu a Ninjas in Pyjamas, maior concorrente na disputa pela ponta da tabela, tropeçar e empatar com a Black Dragons. O dia ainda teve jogo equilibrado entre Team Liquid e W7M Gaming, que terminou com vitória apertada da Cavalaria.


Desta forma, a T1 é a líder isolada da competição, com 35 pontos, dois a mais que a NiP, que tentará recuperar o primeiro lugar na última rodada. Em terceiro está a Team Liquid, com 29, seguida pelo MIBR, com 23, que fecha a zona de classificação para os playoffs.

Na quinta colocação e ainda tentando uma vaga no G-4 está a FaZe Clan, com 20. Na sequência, aparecem W7M (17), INTZ (16), Black Dragons (16) e Santos e-Sports (9). Com apenas sete pontos conquistados até o momento, a FURIA Esports é a atual lanterna do campeonato.

No sábado (17), penúltimo dia de disputas desta primeira fase do torneio, acontecem três confrontos decisivos para os dois extremos da tabela de classificação: FaZe Clan x Black Dragons, Team oNe x Furia e Ninjas in Pyjamas x INTZ. E, no domingo (18), mais três jogos encerram o segundo turno: INTZ x Santos e-Sports, W7M Gaming x MIBR, além do clássico FaZe Clan x Team Liquid.

O público pode acompanhar todas as partidas do BR6 2020 às quintas, sábados e domingos, a partir das 13h, com transmissão ao vivo dos canais do Rainbow Six Esports Brasil na Twitch e no YouTube. Para mais informações sobre os torneios profissionais de R6, visite o site r6esportsbr.com.


Confira como foram as partidas desta quinta-feira (15):

O MIBR chegou para o confronto com a rival Team oNe com a chance de garantir um lugar no G-4 do torneio de maneira antecipada. Mas a equipe não aproveitou. Em mais um forte desempenho com o objetivo de alcançar a liderança do torneio, os Golden Boys não demoraram a tomar o controle das ações no mapa Clube e emplacaram um contundente 7 a 3 sobre a adversária. 

De olho no empate, o MIBR começou melhor no mapa Café Dostoyevsky, mas, outra vez, não conseguiu segurar a adversária. Destaque para o ace protagonizado por Enzo “rappz” no sétimo round, que iniciou a reação da T1. No fim, 7 a 5 a favor da Team oNe e 2 a 0 na partida.

Para Matheus “Budega”, coach dos Golden Boys, a equipe trabalhou bem para superar obstáculos e faturar mais três pontos: “Imaginávamos o MIBR com uma postura mais agressiva no jogo de hoje. Talvez por estarem pressionados, atuaram de maneira mais passiva, uma característica diferente do que apresentam normalmente.

No Café, tivemos um pouco mais de dificuldade para superar o Montanha, mas é um operador que, apesar de ser bom para rounds iniciais, no decorrer do mapa acaba ficando mais previsível, e essa leitura foi crucial para alcançarmos o 2 a 0”.

Com o resultado da primeira partida do dia, a Ninjas in Pyjamas precisava buscar um triunfo por 2 a 0 para não perder a primeira posição. Mas a Black Dragons mostrou que, mesmo sem pretensões de classificação nem risco de rebaixamento, não estava disposta a facilitar a missão dos Ninjas. Depois de uma vitória dominante da NiP no mapa Litoral (7 a 3), a BD se impôs no mapa Consulado, venceu os quatro rounds finais e empatou o confronto em 1 a 1.

“Conseguimos uma vitória tranquila em Litoral, tivemos até a oportunidade de fechar em 7 a 0, mas erramos em alguns pontos. No segundo mapa, alguns problemas técnicos nos abalaram um pouco e não conseguimos a vitória, que é sempre o nosso objetivo. De qualquer forma, vamos para a última rodada querendo mais um resultado positivo no campeonato para buscar novamente a liderança”, analisou o manager da Ninjas in Pyjamas, André “BOB”.

O coach da Black Dragons, Henrique “sSeiiya”, falou sobre o duelo e também sobre o principal objetivo do time nessa reta final de competição: “Tínhamos uma boa ideia dos mapas que entrariam no jogo de hoje.

No Litoral, elaboramos estratégias para a defesa que surtiram efeito e tivemos um bom aproveitamento, mas o ataque, apesar de ter funcionado bem no início, não encaixou depois. Como já não temos tantas pretensões no torneio por conta da pontuação, queremos aproveitar essa reta final para mostrar que podemos realizar bons desempenhos e que somos um time diferente neste segundo turno em relação ao que mostramos no início do BR6 2020”.

No último duelo do dia, a Team Liquid se recuperou da recente sequência negativa, após sofrer duas derrotas seguidas contra Team oNe e MIBR. A Cavalaria enfrentou a W7M Gaming em um duelo acirrado do início ao fim.

No primeiro mapa, Litoral, o time precisou de calma para reverter o placar - após ver a rival abrir 5 a 3 - e ganhou por 7 a 5. A Liquid quase conseguiu repetir o resultado no segundo mapa, Clube, para faturar os três pontos. Mas os Bulls levaram o round derradeiro e a disputa ficou no 6 a 6. Com isso, o jogo terminou 1 a 0 a favor do time de André “Nesk”.

Coach da Team Liquid, Adenauer “Silence” exaltou a rival e também o desempenho de seus comandados: “A W7M é uma equipe que vem melhorando cada vez mais e dando trabalho para todos os oponentes. Sabíamos que não seria fácil, mas precisávamos de um resultado positivo após duas derrotas consecutivas.

No primeiro mapa o placar foi apertado, mas acredito que nossa atuação foi convincente. Já no Clube, até fizemos boas leituras de jogadas e fomos bem no ataque, mas nos complicamos na defesa. Agora vamos com tudo em nosso último compromisso nessa fase, para encerrar com uma boa vitória”.