De modo emocionante e com várias reviravoltas, o paulista Felipe ‘DAT BF’ Gonçalves é o novo campeão brasileiro do maior torneio mundial de LoL x1 para amadores, o Red Bull SoloQ. Neste sábado (7), com transmissão ao vivo e presença dos casters do CBLoL, o xará de brTT mostrou todas as suas habilidades e, justamente com Draven, garantiu o título da competição.

“Eu tenho de agradecer muito aos meus amigos, que me ajudaram a treinar. Neste formato é muito importante conhecer as match ups, quem banir e quem escolher no pick. Um amigo, por ser top laner, me ajudou demais. Sem ele, não conseguiria ganhar do Tada (Eduardo Tadashi). Os Campeões dele são muito bons. Um erro, ele te pune e acaba o jogo”, afirma o paulista que, em 2018, também foi vencedor do Red Bull Player One.
 
Símbolo brasileiro do Red Bull SoloQ, Felipe ‘YoDa’ Noronha fez o sorteio para definir os confrontos das semifinais. O primeiro duelo foi entre o mineiro Lucas ‘Päce’ Ribeiro e o fluminense Eduardo ‘Tada NDO trab’ Tadashi. Top laner, o carioca soube suportar a pressão no primeiro jogo para reverter a desvantagem e ficar com a vitória. Nos segundo e terceiro combates, Eduardo controlou a wave e aproveitou os erros do adversário para se sagrar vitorioso.
 
No embate entre atiradores válido pela segunda semifinal, o gaúcho Henrique ‘Henry9’ Vieira e Felipe 'DAT BF' Gonçalves mostraram as suas habilidades. Logo de cara, ambos apostaram em Lucian e protagonizaram um confronto emocionante, em busca do abate do adversário. Melhor para o xará de brTT, que faturou o duelo. Ele ainda manteve a intensidade nos duelos subsequentes para se garantir na grande decisão. Ambas as semifinais seriam no formato MD5 (melhor de cinco), mas, com três vitórias seguidas, Eduardo e Felipe foram à final.
 
A grande decisão, no formato MD7 (melhor de sete), teve reviravoltas e até vitória com ataque de minion. Com Tryndamere, Eduardo apostou em inícios mais comedidos e, ao longo da partida, foi para o abate. Essa estratégia deu certo nas duas primeiras oportunidades em que utilizou o Campeão. Entretanto, Felipe ‘DAT BF’ Gonçalves identificou os pontos fracos do adversário para não banir essa escolha e se sagrar campeão por 4 a 3.
 
A final da competição foi realizada nos estúdios da Riot Games, em São Paulo (SP), sem a presença de público. Rígidos protocolos preventivos, seguindo as recomendações da OMS, foram adotados. Confira, abaixo, como foram os duelos:
 
Semifinal (1)
Lucas ‘Päce’ Ribeiro 0 x 3 Eduardo ‘Tada NDO trab’ Tadashi
Caitlyn x Aatrox / Vitória de ‘Tada NDO trab’, com Aatrox, por first blood
Caitlyn x Tryndamere / Vitória de ‘Tada NDO trab’, com Tryndamere, por farm de 100 minions
Lulu x Pantheon / Vitória de ‘Tada NDO trab’, com Pantheon, por first blood
 
Semifinal (2)
Henrique ‘Henry9’ Vieira 0 x 3 Felipe 'DAT BF' Gonçalves
Lucian x Lucian / Vitória de Felipe ‘DAT BF’ Gonçalves, com Lucian, por first blood
Lucian x Lucian / Vitória de Felipe ‘DAT BF’ Gonçalves, com Lucian, por first blood
Graves x Miss Fortune / Vitória de Felipe ‘DAT BF’ Gonçalves, com Miss Fortune, por farm de 100 minions
 
Final
Eduardo ‘Tada NDO trab’ Tadashi 3 x 4 Felipe 'DAT BF' Gonçalves
Akali x Kalista / Vitória de Felipe 'DAT BF' Gonçalves, com Kalista, por farm de 100 minions
Tryndamere x Heimerdinger / Vitória de Eduardo ‘Tada NDO trab’ Tadashi, com Tryndamere, por first blood
Pantheon x Senna / Vitória de Felipe 'DAT BF' Gonçalves, com Senna, por first blood
Camille x Lucian / Vitória de Eduardo ‘Tada NDO trab’ Tadashi, com Camille, por first blood
Tryndamere x Lucian / Vitória de Eduardo ‘Tada NDO trab’ Tadashi, com Tryndamere, por first blood
Tryndamere x Lucian / Vitória de Felipe 'DAT BF' Gonçalves, com Lucian, por first blood
Tryndamere x Draven / Vitória de Felipe 'DAT BF' Gonçalves, com Draven, por farm de 100 minions

via Canoa