Depois de ter sido adiada, foi lançada nesta segunda-feira (23) Shadowlands, oitava expansão de World of Warcraft. Sucessora de Batalha por Azeroth, o destaque de Shadowlands é a introdução de seis novas zonas. Cada uma delas é única, oferecendo bastante conteúdo em termos de exploração e missões. Veja, a seguir, as descrições de cada zona e os curtas lançados para algumas delas.


Bastião (Bastion)


Aqueles que viveram uma vida de serviço são atraídos para o Bastião para assumir o maior dever de todos - levar as almas para as Terras das Sombras. Entre as torres cintilantes e vistas panorâmicas do Bastião, você encontrará desafios para testar a coragem dos inabaláveis kyrians.

O Bastião é um farol para quem viveu uma vida de serviço. Almas dignas o suficiente para permanecer em seus campos logo enfrentam desafios em busca de seu chamado mais elevado de todos - levar almas para as Terras das Sombras. Uma vida de serviço determina quem é digno de pisar nos campos dourados do Bastião. O compromisso firme com seus deveres era seu objetivo na vida: a ascensão é seu objetivo depois disso.


Ardena (Ardenweald)


As vastas florestas de Ardenweald atendem aos aspectos naturais da vida e da morte. Seus confins são um santuário para os grandes espíritos da natureza que buscam descanso e renovação antes de acordar para entrar no ciclo novamente. Ardena e o Sonho Esmeralda são flores opostas conectadas à mesma árvore. Se o sonho é a personificação da vida no estágio crescente, então Ardena é vida quando ele está diminuindo.


Maldraxxus


Maldraxxus é um reino de conflito sem fim. É um lugar de brutalidade e bravura, onde seus escolhidos são forjados pelo fogo da guerra para responder a um grande chamado: proteger as Terras das Sombras contra qualquer força que ameace seus reinos infinitos.

Os Primeiros que moldaram o cosmos sabiam que precisavam proteger as Terras das Sombras de ameaças externas e além. Maldraxxus foi sua resposta. Maldraxxus é o lar dos poderosos. Nossa é um destino para as almas consumidas com grande determinação, ou para aqueles que mantêm um impulso interminável de deixar sua marca na morte.

Aqueles que lutaram pela grandeza na vida podem ter a chance de encontrá-la na morte. Maldraxxus é um reino onde a ambição é recompensada, e onde as forças do corpo e da mente prosperam.


Revendreth


Um reino de fortalezas iminentes e vilas góticas, Revendreth é o lar dos venthyr, os colhedores do pecado. As miseráveis almas que chegam aqui podem encontrar penitência por seus erros... Ou meramente satisfazer o apetite de seus guardiões.

Almas carregadas de orgulho prodigioso na vida são enviadas para Revendreth no final. Anima é atormentado por eles para alimentar o apetite de seus guardiões.

A humildade aprendida deveria ser o destino das almas confiadas aos nossos cuidados. Temo que essas formas arcaicas não tenham mais lugar dentro de Revendreth.


A Gorja (The Maw)


Nas profundezas das Terras Sombrias encontra-se a inevitável Gorja. As miseráveis almas aprisionadas neste reino sem esperança são as imperdoáveis e irredimíveis. Eles estão presos para sempre e sofrem sem fim, até serem distorcidos em uma mera sombra de sua antiga glória. É então que os atormentados servem de bom grado ao seu algoz.

Oribos


Oribos é o ponto de chegada de todas as almas que entram nas Terras Sombrias. Nesta encruzilhada, os mortos são julgados pelo impassível Árbitro antes de serem enviados a seus destinos finais. Os habitantes de Oribos trocam fofocas e anima - coisas da alma que servem tanto como poder quanto como moeda.

Oribos é o primeiro destino dos que partiram. No coração da cidade eterna, as almas mortais prestam atenção ao julgamento do Árbitro quando seus atos na vida são revelados. Aqui é onde sua jornada na morte realmente começa.

Oribos é a porta de entrada para as vidas após a morte das Terras Sombrias. A primeira visão que uma alma tem com seus olhos recém-mortos após sua chegada é a cidade eterna. Temos a honra de iniciar sua jornada para o além.

Oribos é um solo neutro sagrado. A vigília dos protetores de Oribos é um lembrete para os outros que habitam em nossos salões que nunca ameaçarão a santidade de nossa cidade eterna.